Publicidade
Esportes
Craque

‘Rolão’ na ponta: Fast vence a segunda na Copa Amazonas e segue líder da Seletiva

Após uma goleada na primeira rodada sobre o Holanda, o time dessa vez não teve tanta facilidade para superar o Operário 19/10/2015 às 10:42
Show 1
Júnior Neymar fez um dos gols da vitória do Fast sobre o Operário.
Felipe de Paula Manaus (AM)

Vindo de uma goleada na primeira rodada sobre o Holanda, o Fast dessa vez não teve tanta facilidade para superar o Operário. Com gols de Romarinho e Júnior Neymar, o Rolo Compressor passou por cima do Sapão da Terra Preta pelo placar de 2 a 1, no último sábado (17), no estádio Carlos Zamith, em jogo válido pela segunda rodada da Copa Amazonas. Thiago Brandão fez o gol do Operário.

O jogo foi tudo, menos desinteressante. Com maior controle de bola, o Fast procurou o gol do primeiro ao último minuto de jogo e abusou das chances perdidas. O Operário, por sua vez, aproveitou os espaços para criar jogadas de contra-ataque, mas também não conseguiu traduzir em gols as oportunidades.

Com bom toque de bola, o Fast começou melhor e não demorou para marcar. Em boa jogada entre Jack Chan e Weverton, este cruzou a bola rasteira na medida para Romarinho apenas completar para o gol. Isso aos 9 minutos do primeiro tempo.

Mas quem achava que o Fast aplicaria outra goleada muito se enganou. Numa cobrança de escanteio de Fininho Manacá, o zagueiro Thiago Brandão subiu sozinho e executou uma cabeçada de manual: 1 a 1 aos 33 minutos do primeiro tempo. Aí o jogo, que já não era dos mais brandos, pegou fogo.

Tricolor na frente

O Fast crescia atacando pela esquerda com Romarinho e pela direita com Weverton, mas errava o último passe e levava a torcida à loucura. O Operário respondia em seguida, num verdadeiro toma lá da cá só interrompido pelo excessivo número de faltas violentas.


Mas aí brilhou a estrela do estreante Júnior Neymar, que entrou no segundo tempo para marcar o gol da vitória. Em passe que foi um verdadeiro presente de Dinamite, o atacante de 21 dominou e com a esquerda chutou cruzado no canto esquerdo do goleiro Rascifran aos 36 do segundo tempo.

“A perna esquerda não é muito boa. Mas quando é preciso tem que usar. Mas nosso time jogou muito, falta só caprichar na finalização, mas graças a Deus fiz o gol que pode dar a vitória pra nossa equipe”, disse ele, que chegou a revelar que quase abandona o futebol, mas a oportunidade do técnico Darlan Borges lhe fez mudar de ideia. Melhor para os fastianos.

Na próxima rodada, o Fast tira folga e o Operário enfrenta o Nacional Borbense nesta terça-feira (20), às 18h30, no estádio Carlos Zamith, na Zona Leste da capital.

Publicidade
Publicidade