Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
Craque

Roy Hodgson, da seleção inglesa, descarta jogar em Manaus pelo clima

"As sedes me preocupam mais que os adversários", disse Hodgson, segundo o The Guardian. O técnico da seleção inglesa não quer nem pensar em ter que jogar em Manaus



1.jpg O técnico acredita que um clima menos hostil favoreça uma classificação mais tranquila para a segunda fase da Copa
03/12/2013 às 19:47

O tradicional jornal inglês The Guardian publicou nesta terça-feira (3) que o técnico da seleção inglesa, Roy Hodgson sabe perfeitamente onde não quer jogar durante a Copa do Mundo de 2014: Manaus. O clima quente e úmido da região assusta muito mais o comandante do ‘English Team’ que qualquer grupo da morte.

“O clima tropical de lá é um problema para todos: argentinos, chilenos e colombianos. Não sou um expert na região, mas, tendo em vista o que as pessoas me disseram, Manaus é a sede a ser evitada. As chances aumentam se você conseguir condições climáticas mais agradáveis”, destacou o treinador.

Uma das subsedes da Copa do Mundo, A Arena da Amazônia construída em Manaus receberá quatro jogos do evento, todos na primeira fase da competição. Está certo que um cabeça de chave – entenda-se algum campeão mundial, terá de enfrentar o temível e conhecido calor amazônico.

Com umidade relativa do ar na casa dos 50% e temperaturas que pode chegar até a 34ºC por dias seguidos, a região amazônica representa um verdadeiro pesadelo para as equipes européias.

O sorteio dos grupos para a Copa do Mundo de 2014 será realizado na próxima sexta-feira (6) em um mega evento montado na Costa do Sauipe, na Bahia.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.