Publicidade
Esportes
SELEÇÃO

Atleta do município de Borba conquista vaga na Seleção Brasileira de base no Karatê

Ryan Christian conquistou a vaga em seletiva realizada em João Pessoa. Ele é atleta da Academia Fênix de karatê, no município de Borba 03/03/2018 às 08:53
Show ryan
Ryan também integrou a Seleção brasileira em 2017
Jéssica Santos Manaus - AM

O atleta Ryan Christian, 16, conquistou mais um feito histórico para o Estado do Amazonas, ao conquistar uma vaga na Seleção Brasileira de Base do Karatê. Ryan, que é atleta da Academia Fênix de karatê, no município de Borba, venceu as duas lutas que fez na seletiva realizada em João Pessoa, na Paraíba, na última sexta (2) e, com o resultado, integrará a seleção brasileira no Sul-americano do Equador, em maio. Mas, antes, neste sábado (3), Ryan e os demais atletas do Amazonas disputarão o Campeonato brasileiro de karatê.

“Estou muito feliz por entrar novamente na seleção brasileira, por poder representar o Brasil outra vez. O karatê é um esporte olímpico e eu pretendo chegar às olimpíadas de Tóquio. Estou muito feliz também por levar um bom resultado pro Estado para o Amazonas, para Borba e para minha academia Fênix”, disse Ryan.

O atleta fez duas lutas, e venceu as duas. A primeira, ele venceu por 2 a 1, contra um atleta do Paraná, e a segunda, ele venceu por 4 a 0, contra o atleta de São Paulo, Gustavo Fernandes, que era o favorito por ser medalhista sul-americano e pan-americano. “Ele foi muito bem, teve um desempenho excelente. No ano passado, ele entrou para a seleção em kata, mas, este ano, ele entrou em kumite, e estamos muito felizes”, disse Alcileia Costa, que juntamente com Rosely Pantoja, faz a preparação de Ryan, desde os nove anos de idade do atleta.

Washington melo, presidente da Federação amazonense de karatê, falou do desempenho dos três atletas amazonenses que participaram da seletiva. “Hoje nós tivemos três chances de entrar na seleção brasileira. Uma com o Carlos Eduardo, que disputou a final, mas não conseguiu alcançar o objetivo; uma com a Natália Faria, que foi da seleção brasileira em 2016 e 2017, mas eles ainda terão duas chances de entrar ainda; e uma nós tivemos o Ryan, que ano passado representou a seleção brasileira, foi o primeiro medalhista sul-americano do Estado, e participou do Mundial, na Espanha. Ele conseguiu a vaga no kumite (combate), que é onde acho que ele tem muito mais chance de conquistar uma medalha lá fora de novo. Além disso, ele conseguiu superar um garoto campeão, super-experiente, e a importância disso é mostrar que o Amazonas é celeiro de grandes atletas, faltando apenas o apoio. Não precisamos provar mais nada, já provamos que temos poucos, mas excelentes atletas, que sempre trazem resultados", destaca Washington.

Mais competições

Neste sábado e domingo, dias 3 e 4, Ryan Crhistian, Jennifer Costa, Carlos Eduardo e Hernandes Marques, todos representantes de Borba, no Amazonas, voltam a competir, desta vez, pelo Campeonato brasileiro. Os atletas estarão competindo em sete categorias: infantil A (até 9 anos), infantil B (até os 11 anos), cadete (até os 15 anos), júnior (16 e 17 anos), sub-21, sênior (a partir dos 18 anos) e master (a partir dos 32 anos).

Publicidade
Publicidade