Publicidade
Esportes
MMA

Manauara Alexandre Capitão defende título no WSOF, cada vez mais perto do UFC

O lutador nascido no Japiim, enfrenta o americano Lance Palmer, de quem tirou o cinturão na categoria peso-peno 30/07/2016 às 05:00
Show ef83f4a2 a050 4965 8271 d76c88997131
O manauara garante que vai nocautear o adversário neste sábado. (Divulgação)
Valter Cardoso Manaus-AM

A um passo do UFC, o manauara Alexandre “Capitão” Almeida, campeão peso-pena do WSOF defende seu título pela primeira vez neste sábado, dia 30, em Washington, nos Estados Unidos contra o americano Lance Palmer. O adversário da luta já é um velho conhecido, em dezembro do ano passado, Capitão tirou o cinturão do americano em uma luta apertada, em decisão unânime dos 
juízes.

Nascido e criado no bairro Japiim,  Alexandre segue confiante para o novo duelo. “Ele é um cara que tem um bom wrestling, derruba bem, mas é só isso. Estou pronto para frustrá-lo. Em nossa primeira luta, ele só me derrubou porque eu estava com uma lesão na costela, o que estava me atrapalhando minha defesa. Ele não vai me derrubar agora. Se por acaso isso acontecer, estou tranquilo também. Trabalho muito bem meu jiu-jitsu de costas para o chão. Mas ele não vai ter tempo para me derrubar. Vou nocautear”, garantiu Capitão. 

UFC
Com o sucesso no WSOF, Alexandre Capitão está cada vez mais perto de chegar ao UFC, mas o lutador prefere manter o foco no próximo adversário. 
“Estou fazendo bem meu trabalho, fazendo grandes lutas aqui nos Estados Unidos. Me sinto cada vez mais perto do UFC, mas sei que tenho uma luta dura pela frente, e meu foco está todo nela. Quero dar um show nessa luta para os fãs de MMA”, ponderou.


Mas não é a primeira vez que Capitão se aproxima do evento. No ano passado ele saiu do TUF Brasil por conta de uma suspeita de aneurisma, que posteriormente foi descartado. Depois de ter superado tudo isso, o lutador garante que vai orgulhar os conterrâneos.“Podem esperar um lutador muito técnico, rendendo muito bem e tendo muito orgulho de defender nossa região. Espero manter esse título, orgulhar meu povo, e, em breve, estar no UFC”, garantiu Alexandre Capitão.


Mesmo morando em Las Vegas, o lutador optou por manter as raízes e, inclusive, conta com elas. 
“Sinto saudades da minha terrinha, amo Manaus. Defender o Brasil, a Região Norte, Amazonas, Manaus, é um orgulho muito grande para mim. Inclusive, quero pedir a torcida de todo mundo. A energia que vocês mandam me ajuda muito”, finalizou Capitão.

Publicidade
Publicidade