Publicidade
Esportes
Jogo quente!

Nacional enfrenta Princesa do Solimões podendo reencontrar rival já no mata-mata

Nacional ainda disputa a primeira colocação da primeira fase, mas depende de combinação de resultados. 15/10/2016 às 05:00
Show img0017393798
Os times já se enfrentaram três vezes neste ano. Foram dois empates e uma vitória do Princesa do Solimões. (Foto: Antônio Lima)
Valter Cardoso Manaus-AM

Quatro pontos separam Nacional e Princesa do Solimões atualmente na tabela de classificação e neste sábado (15), os times se enfrentam às 11h no Estádio Roberto Simonsen, no Sesi. A uma rodada do fim desta primeira fase do Campeonato Amazonense, o Leão da Vila entra em campo buscando vencer se terminar na ponta da tabela. Do outro lado o  Tubarão, que matematicamente não pode mais mudar de posição, mas que garante ter motivação de sobra para a partida. 
“O peso  de três pontos para eles que ainda tem uma posição em disputa e para nós é entrar com confiança na semifinal. Vai ser um grande jogo”, garantiu Jefferson, atacante do Princesa do Solimões e artilheiro do campeonato. 

Mandante da partida, o Nacional vai jogar de olho não só no Princesa, mas pensando no Fast, de quem o Leão espera um tropeço para assumir a liderança e ter a vantagem na semifinal. O foco é tão grande na fase de mata-mata, que o treinador prefere evitar falar sobre o jogo deste sábado. 
“Eu não tenho nada para falar sobre o adversário (Princesa)”, garantiu Álvaro Miguéis.

 Preliminar?
Caso o Nacional não consiga vencer o Princesa e/ou o Fast vença sua partida, o Leão da Vila termina a fase de classificação na segunda colocação e, devido ao chaveamento, enfrenta o terceiro colocado que é justamente o Princesa do Solimões. Em campo, os jogadores já tratam  a partida como um ‘aquecimento’ para a disputa que pode acontecer na fase de mata-mata da competição, mas não acreditam que as equipes vão esconder o jogo.
“Acho muito difícil, todos se conhecem. Temos alguns jogadores suspensos mas a base é a mesma da Série D, assim como também sabemos os pontos fortes e fracos do Nacional, eles também sabem o nosso”, analisou Jefferson, do Princesa. 

Sem escolher e analisar adversários, Álvaro Miguéis preferiu pregar a igualdade na fase decisiva do campeonato. 
“Todos os são muito fortes. Nossa equipe vai estar pronta na quarta-feira”, finalizou Miguéis, já focando na semifinal da competição.

 Retrospecto
Apesar do segundo turno irregular, o Nacional tem apenas uma derrota em todo o campeonato, justamente contra o Princesa do Solimões, no encerramento do primeiro turno.
Já o Princesa iniciou o campeonato acumulando maus resultados e parecia se recuperar no segundo turno, mas nas duas últimas rodadas o time tropeçou no Rio Negro e caiu diante do Fast Clube, tirando as chances do time brigar pela primeira posição do campeonato amazonense.

Publicidade
Publicidade