Domingo, 21 de Julho de 2019
Craque

Sacerdote espanhol recorre a Santa Rita de Cássia por resultado favorável em jogo desta quinta-feira (27)

Em Manaus, um torcedor espanhol está confiante na vitória da sua seleção, mesmo assim, ele resolveu fazer um pedido especial 



1.jpg Padre Santiago Sanches resolveu pedir ajuda de Santa Rita de Cássia para que a Espanha vença a Itália
27/06/2013 às 10:40

Há quase um ano Espanha e Itália se encontravam para brigar pelo título da Eurocopa, principal competição da Europa. Os espanhóis, considerados os melhores do mundo, deram um show de bola e golearam a Azzurra por 4 a 0.

Hoje, às 15h (horário Manaus), as equipes voltam a se enfrentar, no clássico europeu, na Copa das Confederações. Desta vez, o que está em jogo é a vaga para final da competição, que serve de “teste” para a Copa do Mundo de 2014.

Em Manaus, um torcedor espanhol está confiante na vitória da sua seleção, mesmo assim, ele resolveu fazer um pedido especial a Santa Rita de Cássia, padroeira das causas impossíveis, que foi uma monja agostiniana de Espoleto, na Itália. É isso mesmo, o padre Santiago Sanches Sebastian, de 55 anos, acredita que a santa italiana vai ajudar a Fúria a vencer a partida de hoje. “A Santa Rita é da Itália, mas acredito que no jogo de amanhã (hoje) ela vai abençoar a Espanha e nós vamos para a final da Copa das Confederações”, comentou o padre - que mora no Brasil há seis anos.

O Brasil venceu o Uruguai, ontem, por 2 a 1, e já está classificado para a decisão de domingo. Caso a Espanha vença a Itália, hoje, irá enfrentar o time canarinho, no Maracanã. Se isso acontecer, Santiago afirma que já sabe para quem vai torcer. “Gosto muito do Brasil, mas não tenho como deixar de torcer pela Espanha, por isso se vencermos a Itália - e eu acredito que vamos vencer - vou torcer pela minha seleção, a Espanha”, completou Sanches.

Acostumado com o frio europeu, o padre, que está em Manaus desde o mês de agosto, disse que já está acostumado com o calor e acredita que a seleção espanhola terá mais facilidade jogando no Rio de Janeiro do que em Fortaleza. “Morei durante quase seis anos em Fortaleza e tive muita dificuldade de me acostumar com o clima da cidade. Por isso, acredito que jogar no Maracanã, no Rio de Janeiro, que tem um clima mais agradável será melhor para os jogadores da Espanha”, pontuou.

Por conta dos trabalhos da Igreja, padre Santiago, fã do goleiro e capitão da Espanha, Casillas, ainda não sabe se vai conseguir assistir ao jogo da semifinal. “Terei que resolver muitas coisas amanhã (hoje) e provavelmente não vou conseguir assistir a partida, mas não tem problema depois eu vejo o resultado nos jornais”, comentou o padre.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.