Publicidade
Esportes
Atletismo

Sandro Viana assina com nova equipe para a disputa do Troféu Brasil

Velocista amazonense assinou contrato com a ASA - São Bernardo nesta terça-feira (23) 24/05/2017 às 08:20
Show ricardo cassin
Amazonense comemora a boa estrutura para treinar (Foto: Ricardo Cassin/Divulgação)
Leanderson Lima Manaus, AM

O velocista amazonense Sandro Viana está de equipe nova para a disputa do Troféu Brasil de Atletismo, que será realizado no mês que vem em São Bernardo do Campo, no interior de São Paulo. O medalhista olímpico nos Jogos da China, em 2008, assinou contrato com a equipe ASA – São Bernardo, até o fim da temporada.  Aos 40 anos, o amazonense exibe uma forma física invejável e vai disputar nada menos que cinco provas na competição.

Quarta colocada no ranking brasileiro, a ASA contratou o amazonense para melhorar sua posição no cenário nacional nesta temporada. “O convite pintou durante a temporada por conta dos meus resultados. Me classifiquei para três provas no Troféu Brasil, nos 100m, 200m e 400m, então devo competir também nos revezamentos 4x100 e 4x400”, explica.

Para Sandro, o reconhecimento nesta fase carreira é algo inédito. “Fico feliz por ser reconhecido. Além de que eles têm o interesse de usar meu histórico esportivo. Venho numa constante e fico feliz de ter a oportunidade”, comemora.

Daqui pra frente, o foco principal de Viana será ajudar na evolução da equipe. “Quanto a minha rotina agora deve ser basicamente focar em ajudar a equipe diretamente. Os benefícios são a estrutura que hoje é a maior do País, que conta com arena, fisioterapia, pista coberta, médico, nutricionista, transporte, o que tira um peso do dia a dia e me deixa mais livre para me focar”, explica.

Salário
Além da estrutura, Viana contará com um salário até o final do contrato, além de ajuda de custo para as competições internacionais. “Caso haja evolução com o passar do tempo poderemos renegociar”, ressalta.

Para o velocista, será muito boa a experiência de competir com atletas da nova geração. “Parece que viajei no tempo num Delorean (referência à máquina do tempo utilizada no filme ‘De Volta Para o Futuro’), brinca. “Me sinto muito bem e sei que a experiência é uma arma que só eu tenho. Não sei quanto tempo vou viver isso, então vou aproveitar agora”, finaliza.

Publicidade
Publicidade