Terça-feira, 16 de Julho de 2019
Craque

São Paulo e Fluminense: encontro de tricolores no Brasileiro

À perigo: São Paulo enfrenta Fluzão, que ainda busca estabilidade no campeonato



1.jpg São Paulo versus Fluminense
25/08/2013 às 15:55

Há uma semana, Paulo Autuori prometia evolução no São Paulo assim que tivesse tempo para preparar a equipe. Ele finalmente teve um período sem jogos para implementar o seu trabalho. Por isso é grande a expectativa para saber como o time vai se comportar diante do Fluminense, neste domingo, às 15h (de Manaus), no estádio do Morumbi, pela 16ª rodada do Brasileiro: se conseguirá enfim se impor e interromper a série de 11 jogos sem vitória na competição ou se a expectativa fará água e os jogadores repetirão os erros que derrubaram a equipe para a zona de rebaixamento.

Vencer é a única alternativa para o São Paulo não se afundar ainda mais nas últimas posições, mas existe no elenco o otimismo de que hoje a pior sequência da história do clube chegará ao fim. E não será por falta de apoio da torcida que os jogadores poderão justificar um eventual tropeço. São esperados mais de 40 mil são-paulinos no Morumbi graças à promoção que derrubou os ingressos de arquibancada a R$ 10.

“A gente precisa tirar o São Paulo de uma zona que não é do clube. Vamos jogar por nós mesmos e pela entidade, pois todos conhecem a grandeza do clube”, disse Luis Fabiano. O principal desafio é manter o time rendendo bem quando encaixa seu jogo. A leitura do treinador é que o time tricolor consegue se impor em alguns momentos, mas oscila demais e acaba cedendo espaço para o adversário como aconteceu, por exemplo, no empate com o Atlético Paranaense no Morumbi. O São Paulo iniciou o jogo pressionando o adversário e saiu na frente; de repente passou a se encolher, sofreu o empate e se perdeu.

“O torcedor já viu algo diferente em alguns jogos, mas foi um soluço. Espero mantermos por mais tempo a organização e a competitividade. Se conseguirmos isso a nossa chance de vencer é maior e pode ser menos difícil do que parece”, analisou Autuori. Até por isso a chamada “semana cheia” foi exaustiva na repetição de exercícios de ataque e defesa, com foco na marcação pressão no campo do adversário, um dos pontos mais deficientes do time na temporada. Autuori cobrou bastante os jogadores.

“Fiquei satisfeito com o treino todo, conseguimos fazer uma marcação mais adiantada”. Os dias livres também serviram para o que pode ser uma mudança de pensamento do próprio treinador. Adepto do 4-4-2, Autuori sempre disse que não abriria mão do esquema, mas dá sinais de ter revisto a posição e deve armar o São Paulo no 4-2-3-1, justamente a formação preferida por Ney Franco. Pelo que ensaiou, o time terá Paulo Henrique Ganso centralizado, Jadson pelo lado direito e o garoto Lucas Evangelista pela esquerda. A novidade fica por conta de Luis Fabiano, que volta ao time após duas partidas fora por causa de uma lombalgia.

Flu quer se aproveitar

Embora tenha negado favoritismo do Fluminense no duelo deste domingo contra um São Paulo em crise, o técnico Vanderlei Luxemburgo acredita que o time carioca possa explorar o grave momento por que passa o adversário para tirar proveito da intranquilidade são-paulina e voltar para o Rio com mais três pontos no Campeonato Brasileiro.

Ele falou sobre isso com os jogadores em mais de uma reunião durante a semana.

Luxemburgo também fez um alerta: o São Paulo necessita urgentemente de um resultado que atenue a crise no clube e derrotar o atual campeão brasileiro poderia representar o primeiro passo de uma reviravolta são-paulina.

Para ele, a situação atípica do adversário, na zona do rebaixamento, e a fase irregular do Fluminense, que ocupa posição intermediária na tabela de classificação, não muito distante do grupo que ocupa a faixa de descenso, tornam o duelo mais imprevisível do que já seria normalmente.

“É uma briga boa. Nós queremos a vitória como afirmação de um trabalho que vem crescendo aos poucos e o São Paulo, para tentar respirar um pouco mais aliviado no Brasileiro. Sabemos que eles vêm com tudo para cima e não podemos errar”, declarou o treinador do Fluminense.

Ficha Técnica

São Paulo: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Rafael Toloi e Reinaldo; Wellington, Fabrício, Paulo Henrique Ganso e Jadson; Lucas Evangelista e Luis Fabiano. Técnico: Paulo Autuori.

Fluminense: Diego Cavalieri; Igor Julião, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Diguinho e Jean; Rafael Sóbis (Samuel), Fred e Kenedy. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA).

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.