Publicidade
Esportes
Craque

São Paulo fura barreira rubro negra e vence por 2 a 0

Mesmo jogando na cidade de Itú, o São Paulo mostrou que é mais forte em seus domínios e venceu o Flamengo pela 34º rodada do Brasileirão 13/11/2013 às 21:21
Show 1
Ceni vibra com gol de pênalti marcado contra o Flamengo
acritica.com Manaus (AM)

O São Paulo não deu chances ao Flamengo no estádio Novelli Junior, na cidade de Itú, e venceu o confronto desta noite de quarta-feira (13), válido pela 34º rodada do Brasileirão por 2 a 0. O tricolor contou com a ajuda da torcida que viu seu maior ídolo, Rogério Ceni, abrir o placar.

Com o resultado, o São Paulo subiu uma posição e conquistou o 7º lugar na tabela com 49 pontos conquistados, afastando definitivamente o risco de rebaixamento na reta final do campeonato.

Pensando mais na final da Copa do Brasil que no Brasileirão, o Flamengo caiu para a 12º posição com 45 pontos e está na zona intermediária da tabela de classificação.

O jogo

Após um primeiro tempo bastante estudado entre as equipes que estavam mais preocupadas em não errar do que atacar o adversário, os gols saíram somente na segunda etapa. O Flamengo se contentou em se segurar e apostou mais na forte marcação contra o ataque do São Paulo

Elias travou chute de Luis Fabiano na área e o árbitro Alicio Penas Junior assinalou pênalti para o tricolor paulista. Ele, Rogério Ceni em pessoa tomou a responsabilidade para si e cobrou a penalidade com perfeição abrindo o placar. São Paulo 1 a 0 Flamengo.

Ademilson ampliou para o São Paulo após Ganso roubar bola de André Santos e servir o atacante que bateu cruzado, marcando o segundo gol da partida aos 17 minutos. São Paulo 2 a 0 Flamengo.

Já o clube carioca 

São Paulo

Rogério Ceni (Goleiro), Paulo Miranda (Lateral direito), Rodrigo Caio (Zagueiro), Antônio Carlos (Zagueiro), Reinaldo (Lateral esquerdo), Denilson (Volante), Wellington (Volante), Douglas (Meio campo), Ganso (Meia atacante), Ademilson (Atacante), Luis Fabiano (Atacante).

Técnico: Muricy Ramalho

Flamengo

Paulo Victor (Goleiro), Léo Moura (Lateral Direito), Chicão (Zagueiro), Wallace (Zagueiro), André Santos (Lateral esquerdo), Amaral (Volante), Luiz Antônio (Volante), Elias Eduardo (Meio campo), Carlos Eduardo (Meio campo), Paulinho (atacante) e Hernane (Atacante).

Técnico: Jayme de Almeida

Trio de arbitragem

Alicio Pena Junior (árbitro), Janette Mara Arcanjo (auxiliar) e Marcus Vinicius Gomes (auxiliar)


Publicidade
Publicidade