Publicidade
Esportes
Duelo no meio da tabela

SP quer engrenar no Brasileiro e o Atlético Paranaense quer fazer gols e vencer em casa

As duas equipes têm dois pontos de diferença no Brasileirão e tentam vencer para subir na tabela 18/09/2016 às 12:08 - Atualizado em 18/09/2016 às 12:13
Show capc
O Atlético quer acertar o pé para melhorar os números do ataque (Gustavo Oliveira/Site Oficial)
Camila Leonel Manaus (AM)

São Paulo e Atlético Paranaense se enfrentam neste domingo (18), às 15h, na Arena da Baixada pela 26° rodada do Campeonato Brasileiro. A diferença entre as duas equipes na tabela do Brasileiro é de apenas dois pontos, mas a diferença no ambiente no Morumbi e na Arena da Baixada é bem diferente.

O São Paulo, mesmo abaixo do adversário – é o 12°, com SP quer engrenar no Brasileiro e o Atlético Paranaense quer fazer gols e vencer em casa34 pontos. O Atlético é o 10°, com 36 – o tricolor aproveita a tranquilidade de quem venceu os dois últimos jogos pela primeira vez neste Brasileiro. Já do lado dos paranaenses, que vêm de derrota para o Santa Cruz, a impressão é que o time poderia fazer melhor.

O Furação marcou seis gols nos últimos 10 jogos e gol é algo que anda em baixa na Arena da Baixada, a equipe de Paulo Autuori marcou 23 gols até aqui e é o segundo pior ataque Da competição perdendo apenas para o América Mineiro, que tem 17. O que tem “segurado as pontas” da equipe é o setor defensivo. A melhor defesa do Brasileiro, ao lado do Santos (23 gols sofridos), tem garantido a equipe em uma posição até certo ponto “confortável”, mas Paulo Autuori quer mudar isso.

“O que eu continuo a dizer é que precisamos ser mais agudos. Para a equipe estar fazendo a campanha que está, com essa carência de gols, é sinal de que definitivamente o nosso sistema defensivo tem suportado muito bem as dificuldades de um campeonato como é o Brasileiro. Se nós estivéssemos produzindo proporcionalmente como defensivamente estamos, certamente estaríamos lutando pelo título. É só fazer as contas”, disse o técnico que avisou que a equipe não terá muitas mudanças, mas não confirmou a escalação. O único nome confirmado foi o de André Lima.

Já o São Paulo, pela primeira vez, conseguiu vencer duas seguidas e ver jogadores antes contestados, como Wesley, ganhar status de heroi. “Eu não consigo entender por que o Wesley é tão perseguido. Ele trabalha bem, não se esconde. Na fase ruim, aparece. Tem jogador que não aparece. Isso é personalidade. Tenho que prestar atenção nele. Vi pouco do Wesley no Palmeiras. No Santos, foi muito bem. Quero aquele Wesley”, disse o treinador Ricardo Gomes.

Os ventos mais calmos no Morumbi coincidem com o retorno do dirigente Marco Aurélio Cunha e com os últimos bons resultados, o São Paulo tem esperança de dias melhores. “Ele tem a cara do São Paulo. Não estou falando do Marco Aurélio de hoje, não. Desde quando eu era adversário do clube. Médico, depois dirigente... Ele faz parte da mobília”, disse o treinador.

Ficha técnica

Atlético Paranaense: Weverton; Léo, Thiago Heleno, Paulo André e Nicolas; Otávio, Hernani, Matheus Rossetto e Pablo; Lucas Fernandes (Yago, Giovanny ou Juninho) e André Lima  Tec: Paulo Autuori
São Paulo: Denis, Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio, Mena, Thiago Mendes, Hudson, Wesley, Cueva. Kelvin, Chavez. Tec Ricardo Gomes
Local: Arena da Baixada
Árbitro: Anderson Daronco

Publicidade
Publicidade