Sábado, 22 de Fevereiro de 2020
Craque

São Raimundo faz mistério sobre equipe que enfrenta o Operário

Eduardo Clara não revelou com que formação entrará em campo para tentar frear o veloz time do Operário no próximo sábado



1.jpg Eduardo Clara ainda não definiu o time para o jogo de sábado
06/03/2015 às 09:13

O Operário é um time que vem dando trabalho no Campeonato Amazonense e para tentar não passar pelo mesmo sufoco que Princesa e Nacional, o São Raimundo ainda faz mistério sobre a escalação que irá enfrentar o time da Terra da Ciranda.

De acordo com o treinador, Eduardo Clara, um plano é feito durante a semana e com base nos treinos o time é montado, porém a decisão só é revelada aos jogadores durante a preleção realizada momentos antes da partida começar. “Eu costumo fazer um plano de jogo e procuro não me precipitar. Monto duas equipes durante os treinos e preparo cada uma de um jeito. Deixo tudo planejado e na reunião antes do jogo que eu revelo o time que vai à campo”, disse.



O Tufão, que vem de uma derrota contra o Princesa, espera que no próximo jogo a equipe não repita os mesmos erros que culminaram com a derrota do alviceleste. “A gente acredita que tivemos vários problemas na partida que fizemos contra o Princesa. Tivemos expulsão, um pênalti perdido e estamos lutando pra que não ocorra esses problemas novamente entrando com a equipe bem postada em campo, evitando os problemas que aconteceram contra o Princesa”, comentou.

Uílton cumpre suspensão por ter levado cartão vermelho no último jogo. Para o lugar dele, Clara tem três opções para a zaga: Marquinhos, William e Robson. No resto do campo, o plano é frear o Operário, mas Clara acredita que o time tem potencial para não “levar canseira” do Operário. “A gente tem alguns planos de jogo e sabemos o potencial que o time tem. Obviamente estamos preocucamos, por isso vamos montar um time que consiga vencer no sábado”,pontuou.

Nômades

Com o impasse entre o São Raimundo e a Fundação Vila Olímpica (FVO), sobre a questão da realização de treinos no Estádio da Colina, a equipe vêm treinando em locais diferentes: No campo do Portela, na Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus, em um campo no quilômetro 42 da AM 010 e no Estádio da Colina. Apesar do deslocamento, Eduardo Clara afirma que isso não traz dificuldades na preparação dos jogos.  “Não há reclamação por conta desse deslocamento. Estamos tendo problemas com a chuva, mas todos os outros clubes também sofrem com o mesmo problema. Nessa semana, nós voltamos a treinar na Colina e eu acho que isso é normal.  Não posso usar de desculpa”, explicou.

O Tufão, quinto colocado, com três pontos, joga contra o Operário, que está em sétimo, no sábado (7), às 16h no Estádio Ismael Benigno, a Colina, pela terceira rodada do Campeonato Amazonense.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.