Domingo, 05 de Julho de 2020
JOGÃO

São Raimundo sofre, mas vence o Iranduba em noite de viradas e sete gols

O Tufão não apenas bateu o Iranduba como quebrou um tabu de três anos e meio sem vencer um jogo na Colina pela Série A do Barezão. 



WhatsApp_Image_2020-02-01_at_21.16.24__1__9033BA6F-20C6-43E9-AC56-D18098A629A0.jpeg (Fotos: Denir Simplício)
01/02/2020 às 21:27

Haja emoção torcedor bucheiro na noite deste sábado (1), no estádio Ismael Benigno.  Em partida marcada por duas viradas no placar e sete gols, São Raimundo vence o Iranduba por 4 a 3 e põe fim a "Maldição da Colina". 

Com gols de Wellington (Duas vezes), Edson e Jonathan - Kennerson, Caique e Pablo descontaram pro Hulk -, o São Raimundo não apenas bateu o Iranduba como quebrou um tabu de três anos e meio sem vencer um jogo na Colina pela Série A do Barezão. 



Com o resultado, o time comandado por Mazinho Oliveira chegou aos 7 pontos e entrou de vez no G4 do Estadual 2020. Já o Iranduba colecionou sua terceira derrota no torneio, segue com apenas um ponto e continua na penúltima colocação. 

Na próxima rodada, o Tufão volta a jogar na Colina, mas como visitante, quando encara o Nacional na quinta-feira (6), às 17h. Enquanto isso, o Hulk tentará a realização diante do Amazonas FC, às 20h30 da terça-feira (4), também na Colina e com transmissão ao vivo da TV ACRÍTICA. 

A partida inicia e como era esperado o Tufão partiu pra cima do Iranduba. Logo aos 4minutos, escanteio  na área do Hulk e a bola sobra Stronda, que chuta mas a zaga intercepta.  Na sobra, Pastor tenta de cabeça, mas Thiago Salgado opera um milagre na Colina. 

A resposta do Hulk veio aos 9 minutos.  Falta cobrada pela intermediária e a zaga não corta. A bola sobra pra Caique, que finaliza pra fora. O Iranduba começa a se soltar nos contra golpes e aos 18minutos a torcida do São Raimundo sofreu.  Toques rápidos no meio a bola para nos pés de Werley, que solta a bomba para grande defesa de Guanair Jr.

O Tufão volta à carga. Aos 23minutos, bola alta lançada na zaga do Hulk e a defesa bate cabeça.  Alex aproveita e, de voleio, finaliza pra defesa de Salgado. Na sequência, Stronda tenta de cabeça, mas erra o alvo. No minuto seguinte, Stronda mais uma vez teve a chance de colocar o Tufão na frente, após erro na saída do goleiro do Iranduba, porém, o camisa 9 do Tufão erra o alvo.

Aos 37minutos, mais Tufão.  Falta pela ponta direita e Carlos Júnior cobrou pro desvio sutil de Pastor.  Mas Thiago Salgado salva no reflexo com a perna. 

Aos 45minutos, enfim o gol do Tufão.  Escanteio rolado pra Alberto, que cruza na pequena área.  A bola é desviada pro Stronda e encontra Wellington pra mergulhar e fazer de cabeça.  São Raimundo 1 a 0 e final de primeiro tempo. 

Volta eletrizante

O jogo mal recomeçou e o Hulk tratou logo de igualar o marcador.  Aos 3minutos, Werley arrisca de longe, Guanair Jr defende parcialmente e, no rebote, o zagueiro Kennerson só empurrou pro gol. São Raimundo 1 x 1 Iranduba. 

O gol do Tufão fez a torcida do Mundico perder a paciência na arquibancada.  Somente aos 10minutos o São Raimundo voltou a assustar. Alberto arriscou de fora da área e a bola passou perto do poste superior de Thiago Salgado.  

Aos 18minutos, o jogo fica louco! Cobrança de falta pela direita do ataque do Tufão,  a bola passa por todo mundo e acha o pequenino Edson, que recoloca o São Raimundo à frente do placar.  No minuto seguinte, a zaga do Mundico falha novamente e Caique aproveita rebote pra empatar a partida: 2 a 2.

O jogo não pára! Aos 26minutos, Caique é lançado mais uma vez pela esquerda e  avança nas costas de Alberto. O camisa 11 passa para Werley, que domina com calma e rola na medida para batida precisa de Pablo. 3 a 2 para o Iranduba! No entanto, apenas três minutos depois o São Raimundo volta a empatar. Jonathan aproveita bate rebate e, de peixinho faz o terceiro do Tufão. 

A Colina vai ao delírio! Aos 41minutos, pressão total do Tufão e  Wellington faz o quarto do São Raimundo no jogo, o segundo dele no duelo. 4 a 3 pro Mundico e final de jogo na Colina.

News denir 5aee6cdd 1d6a 4786 8dc7 d70985711b16
Editor de Esportes
Jornalista formado na Uninorte em 2010. Entrou para a equipe de A Crítica em 2014, como repórter para a Copa do Mundo no Brasil. Atualmente é editor do caderno de esportes, o Craque, onde segue na luta pela divulgação do esporte baré.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.