Publicidade
Esportes
Craque

Secretário de esportes do município sinaliza apoio para a categoria de base

Depois da liberação das taxas cobradas pela Fundação Vila Olímpica (FVO) para utilizar os estádios da Colina e Zamith, prefeitura poderá custear as taxas de arbitragem do Campeonato de Juniores 21/06/2015 às 20:02
Show 1
Secretário de esportes do município, Sildomar Abtibol, promete apoio para a base
Anderson Silva Manaus (AM)

O futebol de base do Amazonas está prestes a conquistar mais um apoio para 2015. Depois da paralisação do campeonato de juniores por conta das despesas de quadro móvel dos funcionários terceirizados dos estádios - em que eram cobradas taxas de R$ 350 (para o Zamith) e R$ 490  (para jogos na Colina) - consequentemente ordenado pelo governador José Melo para que a Fundação Vila Olímpica (FVO) retirasse a taxa, agora é a vez da Prefeitura de Manaus estudar o apoio para a categoria.

Presente na entrega da taça de Campeão Amazonense 2015 para o Nacional, na tarde do último sábado (20), na Arena da Amazônia, o prefeito Arthur Neto determinou que o Secretário Municipal de Juventude, Esporte e Lazer  (Semjel), Sildomar Abtibol, se reúna com os dirigentes dos 11 clubes da base para que sejam iniciadas as tratativas para o pagamento da taxa de arbitragem que tem o custo de R$ 350 por jogo.

“O prefeito já nos determinou que conversássemos com os dirigentes dos clubes para que possamos apoiar as categorias de base, principalmente no juniores, com a arbitragem e outros mecanismos para contribuir decisivamente para que o futebol amazonense comece a cresce”, garantiu o secretário de esportes sem falar em data para a reunião com os dirigentes.

Ex-jogador de futebol do Nacional na década de 1980, Abtibol reconhece que para levantar o futebol Amazonense é preciso investir na base.

“Penso que temos que investir na categoria de base, como sempre falo. É levar projetos para o campinho de barro, lá para a quadra de esportes da comunidade e é isso que o prefeito está nos colocando. É fazer um trabalho de base voltado para a juventude, voltado para que a gente possa colocar a base como víamos anteriormente”, afirmou.

Sensibilizado com a festa na entrega da taça, o prefeito Arthur Neto se comprometeu em conversar com os dirigentes para que o futebol seja mais valorizado.

“Estou às ordens para colaborar. Sou a favor que a gente sente para planejar essa coisa promissora que é o futebol amazonense. Imagino que se quiser crescer e não viver de momento, e hoje foi um belo momento (a final do Campeonato Amazonense), temos que organizar o crescimento e ir à direção da auto-sustentabilidade. É transforma o clube em empresa, tem pessoas corretas no futebol e tem que levar a sério”, disse o chefe do executivo.

Publicidade
Publicidade