Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Craque

Segunda rodada do Peladão Verde com disputas acirradas

Partidas deste fim de semana devem ser marcadas pela superação, assim como a 1ª rodada



1.jpg Bar 100 Lona Clube (de amarelo e preto) venceu na 1ª rodada o Família Clayn
21/09/2013 às 09:14

Após uma chuva de gols, belas jogadas e emoção no último final de semana, o Peladão Verde 2013 chega à sua segunda rodada neste sábado (21) e domingo (22). As equipes das categorias principal, peladinho, master e feminino disputam 258 jogos em 50 campos espalhados por todas as zonas de Manaus. Boa parte das equipes, aliás, estréia no Peladão 2013, já que estiveram “de folga” na primeira rodada.

E para mostrar que ninguém está para brincadeira na competição, apresentamos para você dois exemplos de equipes que enfrentaram “pedreiras” na primeira rodada, mas que mesmo assim se superaram para conseguir o resultado positivo.

O primeiro vem do Peladinho. Na manhã do último domingo (15), o Nacional (Vila Municipal), teve pela frente na rodada de estréia o Panair (Colônia Oliveira Machado), atual campeão da categoria. O detalhe é que no título da temporada passada, o Panair foi treinado por Jairo Seixas, que hoje comanda o Naça. E no reencontro entre “criador e criatura”, Jairo levou a melhor. Seu competição. Seria uma “doce vingança”? Bom, Jairo foi político, preferiu não polemizar, mas, no fim de sua fala, deu uma boa “cutucada” no ex-clube. “Não vejo o que aconteceu aqui como vingança, sabe? Enfim. Fico feliz pelo resultado da minha equipe”, diz.

TIPO BARCELONA

Já no campo do Suplanzão (São Francisco), uma equipe da categoria Principal mostrou que as suas “inspirações europeias” deram certo ao menos na primeira rodada. O Bar 100 Lona (isso mesmo leitor), de Petropolis, entrou em campo com um uniforme amarelo e preto muito semelhante ao do alemão Borussia Dortmund, vice da Liga dos Campeões da Europa. O time enfrentou a Família Clayn, do Morro da Liberdade.

Os primeiros minutos de partida foram um verdadeiro “massacre” da Família Clayn. Era um ataque atrás do outro. Mas, aos 18 minutos, em seu primeiro ataque “organizado”, o Bar 100 Lona teve um momento de Barcelona. O meia Agnaldo aproveitou uma sobra de bola e de costas pro gol, acertou uma bicicleta, marcando um gol “digno de Messi”. No segundo tempo, a Família Clayn empatou o jogo. Mas, nos minutos finais, o atacante Jhoy pegou o rebote, acertou um belo chute e fez o gol que deu a vitória ao Bar 100 Lona.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.