Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
FUTEBOL

Seleção Brasileira de Futsal Sub-20 realiza treinos na cidade de Manaus

Muito treino e trabalho contra o Iranduba neste sábado (25). É assim que a Seleção Brasileira de Futsal vai iniciar sua preparação para o Sul-Americano



zCR0324_01_p01_6C2176EB-0158-4FF8-84E5-A8023F5F1EC6.jpg Foto: Júnio Matos
24/08/2018 às 03:25

Manaus é o ponto de partida na preparação do Brasil para o Sul-Americano de Futsal Sub-20 que inicia no mês que vem. Como todo início, este também é cheio de novidades, a principal são as caras novas em quadra. Jogadoras que vivem sua primeira convocação. O jogo em Manaus está marcado para ocorrer neste sábado (25) na Arena Amadeu Teixeira, Zona Centro-Sul de Manaus. 

Uma dessas jogadoras é Amanda Dias, ala de Ceilândia, Distrito Federal. O começo foi nos campos de futebol da região onde mora, mas um convite de uma dirigente de um time escolar fez ela trocar a terra pelas quadras e o destaque no time da ADEF a credenciou para estar em Manaus com a Seleção.

“Para mim é uma grande alegria. Toda atleta sonha um dia em chegar na seleção. Ser reconhecida pelo que faz é uma das melhores coisas que tem e enfrentar uma equipe tão forte quanto o Iranduba, que é reconhecida por ter um nível muito  alto é bem gratificante”, conta a jogadora que tenta se adaptar à realidade da Seleção.

“É bem diferente de trabalhar. Você está num grupo onde as pessoas pensam diferente sai de um grupo coeso para recomeçar do zero, mas o fato de estar aqui na Seleção é uma coisa muito boa”, completou.

Enquanto isso, nas arquibancadas do Ginásio do Sesi, onde o Brasil realiza seus treinos em dois períodos, algumas meninas observavam a movimentação em quadra. Tratava-se do time do Arsenal, que também está em fase de preparação, mas no caso delas, para o Amazonense Sub-20, que inicia no dia 3 de setembro.

“Ficamos bem animadas em vir ao treino. A gente sonha em chegar onde elas estão, então estar vendo elas de perto é gratificante”, conta a ala Gabrielle.

A treinadora do Estrela do Norte, Ronélia Viana, era outra que acompanhava as atividades da Seleção e se disse honrada com o convite da coordenação da Seleção em poder agregar conhecimento.

Profissionalmente é uma honra acompanhar uma equipe de Seleção Brasileira. Quer queira ou não, eles estão em outro nível. A forma que entendem o jogo, a forma pedagógica que eles tratam o treino para a gente, mesmo sendo colega de profissão, acaba aprendendo muito trocando ideia e tirando dúvidas", disse a treinadora que acredita que a vinda da Seleção para Manaus e o amistoso contra o Iranduba podem ajudar a alavancar a modalidade em Manaus.

"O fato de trazer ídolos para cá, meninas que têm uma ascensão no esporte motiva qualque menina, qualquer adolescente, qualquer criança à prática da modalidade. Eles começam a enxergar que é possível, que existe uma seleção de base e começa a ter interesse nisso", comentou.

Laboratório

O treinador da Seleção, Márcio Coelho, explica que esse é o primeiro período de observações e treinos. No mês que vem, outro acontecerá em Brasília. Ele explica que o período de treinos - que serão sete ao todo - serve para passar informações e observar as atletas. A prova final será o jogo contra o Iranduba.

“Temos a oportunidade de passar a ideia e construção do modelo de jogo e observar como elas se comportam, a capacidade absorção das informações e como se comportam na execução. Quando é só treino às vezes a gente não consegue chegar na conclusão. Mas simulando treino e com o jogo, a gente já vai ter uma ideia e esse feedback do jogo nos dá a ideia de quem pode ou não permanecer no grupo”, contou.

Com o tempo curto de preparação, o técnico explica que a prioridade entre as informações é implementar o modelo de jogo, principalmente no campo ofensivo.

"O foco total é na implementação do modelo de jogo e na construção ofensiva. A gente tem o planejamento, tem uma organização total: defesa organizada, goleira, linha, bola parada. tudo que engloba o jogo. Aqui tudo o que a gente foca é a organização ofensiva para que a gente não sofra tanto defendendo. Organizando ofensivamente, vamos ter o controle e saber o que fazer com a bola ao implementar o modelo ofensivo", explica o técnico que comanda a Seleção Sub-20 desde 2015 e que em 2016 comandou o Brasil na conquista do Sul-Americano. Em 2018, a competição continental acontece entre os dias 21 e 28 outubro, em Santiago, no Chile.

Serviço

O QUE: Iranduba x Seleção de Futsal Sub-20

ONDE: Arena Amadeu Teixeira

QUANDO: Sábado (25), a partir das 18h

ONDE COMPRAR: Site Iranduba
Pontos físicos da Central Alô Ingressos: Manauara Shopping, Sumaúma Shopping, Amazonas Shopping, Via Norte Shopping

VALORES: Arquibancada Superior R$ 40 (inteira) 20 (meia); Inferior R$ 30 (inteira) 15 (meia)

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.