Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020
DRIBLOU

Seleção desembarca em saída alternativa e frustra torcedores em desembarque

Enquanto a maioria dos torcedores esperava no saguão do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, a Seleção desembarcou no terminal de cargas.



f533494a-75ff-4b61-8d17-558ab766b98b.jpg Mesmo os torcedores que acertaram o local de saída não tiveram contato com os jogadores que deixaram o aeroporto direto para o hotel. (Fotos: Evandro Seixas)
02/09/2017 às 01:00

Cartazes, faixas, camisas de times e muitos gritos. Este era o cenário no saguão de desembarque do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes para a chegada da Seleção Brasileira em Manaus, na noite desta sexta-feira (01). A festa, porém, foi em vão já que os jogadores usaram uma saída alternativa.

O avião que trouxe a comissão técnica e atletas comandados por Tite desembarcou no Terminal de Cargas do Aeroporto, o Eduardinho e já saiu do avião direto para os ônibus e saíram sem contato com o público. "Estamos aqui desde às 16h. Aqui tem criança que veio do interior e não conseguimos ter acesso porque ninguém sabe onde o Neymar vai descer. É um absurdo", reclamou a torcedora Leidiana Magno, que buscou descobrir o local da saída de Neymar e companhia. Mesmo acertando, não foi possível ter contato com os craques.



Os jogadores seguiram então para o hotel onde vão ficar hospedados, na zona sul da cidade, para onde muitos torcedores seguiram na esperaça de conseguir pelo menos algum registro com os ídolos.

Neste sábado (02), os astros brsaileiros fazem treino aberto na Arena da Amazônia para mais de 30 mil torcedores que trocaram 1kg de alimentos pela chance de ver os jogadores. No domingo, o técnico Tite faz outra atividade no estádio, desta vez fechado para o público, e se despede da capital amazonense para embarcar para a Colômbia, onde enfrenta os donos da casa na terça-feira (05).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.