Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
NA FINAL

Seleção Silves despacha Anori e se classifica à final da Copa dos Rios sub-19

O destaque da partida vai para Daniel Terço, que anotou os dois gols do jogo. Silves agora aguarda o vencedor entre Rio Preto da Eva e Fonte Boa



25607ce9-7859-4cc7-8f2e-c90a8cd83037_12F48DD4-F61F-429B-AE21-BF0B0DFC3A7B.jpg Foto: Sandro Pereira
29/10/2019 às 17:12

Com dois golaços de Daniel Terço, a molecada da Cidade Risonha 'Silves' desbancou por 2 a 0 o favoritismo de Anori e avançou para a final da Copa dos Rios sub-19, na tarde desta terça-feira (29), no estádio Ismael Benigno, a Colina. Silves agora aguarda o vencedor de Rio Preto da Eva e Fonte Boa, que jogam ainda hoje. A decisão será nesta quinta-feira (31).

Com ações equilibradas no inicio do confronto, as seleções de Anori e Silves imprimiram um ritmo bastante intenso, apesar das poucas chances reais criadas nos 20 minutos iniciais, na Colina.



Em lances de muitos erros, o duelo passou a se resumir em lançamentos longos da defesa para o ataque de ambas as equipes. Aos 29 minutos, em cobrança de falta perigosa a favor de Silves, Magno acertou um canudo no meio do gol para a defesa do arqueiro Clemer, de Anori.

Tratando melhor a bola, Silves tentava fazer triangulações e armar boas jogadas, mas a defesa bem postada de Anori não deixava o adversário concluir os lances.

Na segunda etapa, os guerreiros da Terra do Açaí ficaram com grito de gol engasgado logo aos 3 minutos. Na cobrança de escanteio, Jhoubert cabeceou a queima roupa para defesa de Clemer. Em reposta ao adversário, Anori também chegou com perigo na finalização de cabeça do zagueiro Gustavo Cavalo, aproveitando cruzamento na área.


A garotada do Silves agora espera o vencedor entre Rio Preto da Eva e Fonte Boa. Foto: Sandro Pereira

Aos 24 minutos, em bobeada da defesa, Daniel Terço abriu o marcador para Silves, acertando chute de fora da área que encobriu o goleiro Clemer.

Jogando por uma bola, Silves passou a se fechar no campo defensivo e aproveitando contra ataque, e aos 32 minutos Daniel arriscou de longe, mas o goleiro Clemer saltou pra operar milagre na meta de Anori.

Na pressão pelo empate, os guerreiros da Terra do Açaí não contaram com a sorte na trapalhada do goleiro de Silves. O zagueiro Gustavo Cavalo, de Anori, teve chance aos 35 minutos, mas não aproveitou e deixou o arqueiro se recuperar no lance e proteger a bola.

Aos 42 minutos, o Anori mais uma vez chegou ao ataque na cabeceada perigosa de Rikelme, que raspou rente à trave esquerda de Silves.

E numa tarde mágica, aos 45 minutos, Daniel anotou o segundo gol cabeceando a bola no ângulo, para sacramentar a vitória da garotada da Cidade Risonha.

News 48367672 1136721996505445 2342939255929569280 n 2dad860c 0057 4e2e b7f5 f53181960f2f
Repórter do Craque
Jornalista formado na Ufam, campus de Parintins. Estudante de pós-graduação em jornalismo esportivo na Universidade Estácio de Sá. Repórter do Caderno de Esporte ‘Craque’ de A Crítica desde novembro de 2018.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.