Publicidade
Esportes
Craque

Sem chance: presidente do Corinthians afirmou que por Jadson "não teve nem negociação"

Os altos valores oferecidos pelo Tianjin Quanjian não deram ao Corinthians a chance de fazer uma contraporposta 16/12/2015 às 12:28
Show 1
CAos 32 anos, o jogador está de mudança para a china onde defenderá o Tiajin Quanjian
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O valor que o clube Tianjin Quanjian, da China, ofereceu pelo meia Jadson não deu outra alternativa ao Corinthians como dar por sacramentado a tranferência do jogador para a China. O clube paulista agora aguarda apenas a assinatura dos documentos. O Tiajin Quajian pagará a multa recisória  de € 5 milhões (R$ 21,2 milhões) e o valor altíssimo não deu ao Corinthians chances de fazer uma contraproposta.

“Não teve nem negociação. O Jadson aceitou a proposta, optou por ir e o clube chinês vai pagar a multa rescisória. Os papéis estão chegando”, disse o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

O clube oriental ofereceu a cifra de cerca de R$ 50 milhões. O contrato é de dois anos. Além disso, o clube pagará a multa recisória do atleta. Desse valor, o Corinthians terá direito a 30% do valor. O provável substituto de Jadson será Marlone, que em 2015, atuou pelo Sport.


Publicidade
Publicidade