Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
Craque

Sem receber no Flamengo, Vagner Love é oferecido ao Corinthians

Aos 28 anos, Vagner Love começou na base do Palmeiras, foi negociado com o CSKA-RUS, e retornou a capital paulista em 2009. No ano seguinte foi para o Flamengo e se tornou ídolo da torcida



1.jpg Vagner Love, atacante do Flamengo
07/11/2012 às 16:02


O Flamengo já não corre risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, mas pode terminar a temporada com uma dura baixa em seu elenco. É que sem receber salários e alguns outros direitos, o atacante Vagner Love  teria se oferecido para jogar no Corinthians em 2013.



Vagner tem contrato com o Fla até 2014, mas sem o salário de setembro, que seria quitado no último dia 25, e com algumas parcelas do seu direito de imagem em atraso, ele já repensa no seu futuro. O Corinthians recebeu contato de uma pessoa ligada ao atacante, que já não estaria contente na Gávea.

Uma reunião entre Duílio Monteiro Alves (diretor-adjunto do Corinthians), Edu Gaspar (gerente de futebol) e Roberto de Andrade (diretor de futebol) aconteceu no inicio desta manhã e pode ter sido o primeiro passo para que a transferência aconteça. Os valores não são altos e estão dentro do orçamento que o clube estabeleceu para o ano que vem.

Na contramão desta especulação, o jornalista Cosme Rímoli divulgou em seu blog uma possível estratégia do jogador para receber o que o Flamengo lhe deve. Sua vontade de atuar no Corinthians teria sido plantada por uma pessoa, que já estaria ciente de que rapidamente se tornaria pública e repercutida pela imprensa.

Aos 28 anos, Vagner Love começou na base do Palmeiras, foi negociado com o CSKA-RUS, e retornou a capital paulista em 2009. No ano seguinte foi para o Flamengo e se tornou ídolo da torcida. Pela Seleção Brasileira disputou a Copa América de 2007, mas foi barrado para a Copa do Mundo da África.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.