Publicidade
Esportes
Craque

Sérgio Duarte é escolhido para dirigir o Rio Negro na Série B do Campeonato Amazonense

Novo técnico terá a missão de tirar o Galo da segunda divisão do futebol amazonense 16/10/2014 às 13:32
Show 1
O experiente Sérgio Duarte vai dirigir o Rio Negro na Série B
Anderson Silva ---

Confirmada a realização da Série B do Amazonense, o Rio Negro não perdeu tempo e de imediato anunciou a contratação do técnico Sérgio Duarte, que comandou o Iranduba na disputa do Estadual deste ano.

De acordo com o presidente, Thales Verçosa, o treinador já está familiarizado com o clube, pois tem um filho que disputa as competições de base, vestindo a camisa do Galo.

“O Sérgio é pai de um atleta nosso, da equipe permanente (jogadores da base que esperam estrear no profissional) e, como ele acompanha todos os jogos, nós fomos atrás dele”, destacou o presidente, anunciando também a contratação do preparador físico, José Said.

Sérgio e Said trabalharam juntos no América em 2009. Na época, o clube chegou a subir para a Série C, mas acabou sendo eliminado por ter escalado um jogador irregular em um jogo contra o Joinville.

Thales também estuda a contratação de aproximadamente mais 10 jogadores.

“Estamos montando um time e acho que na segunda-feira posso anunciar. Estamos ainda nas tratativas. Teremos jogadores locais de alto nível. Nossa equipe permanente vem com 11 atletas e vamos contar com mais 10 contratados”, explicou.

Subir e pagar dívidas

Com dois rebaixamentos para a Série B e com dívidas herdadas de gestões anteriores, Thales não quer errar, e com os pés no chão planeja um retorno fértil do clube barriga-preta.

“Nossa prioridade é pagar dívidas. Conforme formos pagando o parcelamento aí vamos entrar em outros assuntos. Temos que trabalhar dentro de uma cota. Estamos montando a equipe com os pés no chão”, afirmou o dirigente.

Tarumã com duas opções

Rebaixado em 2013, o Tarumã ainda estuda a montagem do time para a disputa da Série B estadual. O Lobo do Norte, que vem se destacando na categoria de base, poderá recorrer aos seus pupilos, garantidos na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2015 , ou até mesmo “importar” um time do Rio de Janeiro.

“Temos duas situações. A primeira é contar com os 20 atletas do juniores que vão para a Taça São Paulo e o técnico será o Darlan Barroso. A segunda é trazer o técnico Marinho, ex-jogador do Botafogo, com 14 jogadores que estão treinando na Barra do Piraí (município do Rio de Janeiro), no campo do Royal. Decidiremos isso até segunda-feira”, contou o vice-presidente do clube, José Correia, o Zezinho, que estuda a hipótese de terceirizar o futebol. “A diretoria do Obidense (equipe que disputa o Peladão) poderá assumir. Aqui são mais de 120 mil paraenses. Quero ao menos 10 mil nos jogos do Tarumã”, disse.

Publicidade
Publicidade