Publicidade
Esportes
Craque

Série D: Nacional prestes a avançar mais uma fase

Meia-atacante Evandro e atacante Marcinho já treinam e não vêem a hora de jogar 04/06/2013 às 10:38
Show 1
Meia-atacante Evandro e o atacante Marcinho treinando para o próximo jogo
André Viana ---

Só falta uma partida para o Nacional fechar a participação no primeiro semestre do ano do centenário. Ela será no domingo (09), no Sesi, contra o Plácido de Castro-AC, às 18h30 - o jogo seria sábado (08), mas o time acreano só conseguiu passagens para o domingo.

Até agora o saldo da balança do Leão é pra lá de positivo. A perda do título estadual foi compensada pelo avanço do time na Copa do Brasil, eliminando o poderoso Coritiba - que nos dois últimos anos foi vice-campeão da competição. O bom começo na Série D do Brasileirão, com a vitória fora de casa contra o Náutico-RR, por 2 a 1, também é animador, mas é no segundo semestre que virão os maiores desafios: o confronto contra a Ponte Preta na Copa do Brasil, e a sequência na luta pelo acesso à Série C.

Ciente da importância que a temporada terá após a pausa para a realização da Copa das Confederações, o Leão da Vila Municipal não para de se reforçar. Depois de anunciar a contratação do atacante Marcinho, na semana passada, nesta segunda-feira (03) foi a vez do meia-atacante Evandro, ex-jogador do Araxá-MG, se apresentar no CT Barbosa Filho. Pela primeira vez no futebol amazonense, o atleta de 26 anos chegou em Manaus no sábado à noite e ontem assinou o contrato com o clube. “Vim para o Nacional com o intuito de ajudar o time a subir de divisão. O clube tem uma boa estrutura e a quarta divisão não é o lugar dele”, comentou o meia.

Há um mês sem atuar em uma partida oficial, desde que o Araxá terminou a participação no Campeonato Mineiro, Evandro não quer perder tempo e foi logo a campo para participar de uma atividade física junto com os jogadores que não atuaram no sábado. “Acredito que em uma semana estarei em condições de jogo, pois vinha treinando. Não relaxei enquanto estive sem contrato”, avisou o meia que não teme o calor amazônico. “Já joguei pelo Cuiabá e o clima é parecido”, disse.

Sobre os novos reforços, o técnico Aderbal Lana disse que o plantel precisa ser coeso e que cada jogador terá que provar nos treinos que pode vir a ser titular.

Publicidade
Publicidade