Sexta-feira, 10 de Abril de 2020
CRISE

Sidney Bento não é mais técnico do Princesa do Solimões

Técnico e diretoria entraram em consenso hoje (3) para saída do cargo, após quatro jogos e três derrotas no Barezão, a última aconteceu ontem (2), por 2 a 1 diante do Manaus



Bento_Sid_0F05E5BA-91DF-42DE-91F1-37CD6F47EB7C.jpg Foto: Divulgação
03/02/2020 às 17:33

O Princesa do Solimões vive momento delicado no Barezão 2020, após derrota por 2 a 1 sofrida diante do Manaus ontem (2), o time se encontra na 7ª colocação da tabela, na temida zona do rebaixamento - com apenas três pontos conquistados-. Para agravar ainda mais a crise no Tubarão, a diretoria e o técnico Sidney Bento entraram em comum acordo para que sua saída do cargo fosse sacramentada hoje (3).

"Futebol é assim, quando o resultado não vem. Ontem mesmo, após a derrota, coloquei a disposição da diretoria. O time é bom e fez bons jogos, mas não conseguimos vencer", declarou Sidney, sobre saída em comum acordo.



O técnico ainda disse acreditar no grupo de jogadores do Tubarão para sair da situação complicada na tabela e que talvez mesmo com mais tempo de trabalho, os resultados poderiam não aparecer. 

"Tenho certeza que os atletas vão sair dessa situação e conseguir brigar por algo nesse campeonato ainda. Não dá pra afirmar isso (resultados caso permanecesse), futebol é difícil você cravar alguma coisa, mas o grupo é bom, é comprometido", afirmou o treinador, que agora está disponível do mercado da bola.

Sidney deixa o Princesa com 4 jogos disputados, três derrotas e uma vitória. Os resultados adversos sofridos em casa foram fator primordial para queda do técnico: em Manacapuru, o time sofreu derrota por 1 a 0 diante do Penarol e 3 a 0 para o Amazonas.

News whatsapp image 2019 06 21 at 16.12.51 7cbfadd4 8d2b 47cf a09e 336b83276e71
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.