Publicidade
Esportes
Craque

'Sou como uma mulher': ainda no Bayer, mas fechado com o City, Guardiola se diz multifacetado

Questionado sobre o conflito de interesses entre o time alemão e o inglês, treinador espanhol, que assumirá o comando do Manchester City no meio do ano, afirmou que consegue separar as situações  05/02/2016 às 19:03
Show 1
Pep Guardiola se diz mulher em relação a conseguir separar o conflito de interesses.
Reuters Manaus (AM)

O técnico do Bayern de Munique, Pep Guardiola, minimizou as insinuações sobre um conflito de interesses em potencial depois de ser contratado pelo time inglês Manchester City para a próxima temporada, afirmando ser perfeitamente capaz de realizar múltiplas tarefas.
 
Guardiola, que desde 2013 conquistou dois títulos consecutivos com o Bayern no Campeonato Alemão e está a caminho de um terceiro, assinou um contrato de três anos com o City nesta semana.

Embora busque uma trinca de troféus com o Bayern nesta temporada, ele também irá precisar planejar a próxima campanha do City – e os clubes podem se enfrentar na Liga dos Campeões, já que ambos estão nas oitavas de final.

"Sou como uma mulher", disse Guardiola aos repórteres quando indagado especificamente nesta sexta-feira (5) sobre a questão do conflito de interesses.
"Consigo fazer coisas simultaneamente. Consigo controlar as duas situações". Ele afirmou que irá conversar sobre o acordo com o City assim que chegar à Inglaterra.

"Não consigo dizer alguma coisa sobre isso toda semana", explicou o espanhol, que rejeitou uma renovação de contrato com o Bayern no ano passado.

"São outros quatro meses, e para mim isso não é problema. Os jornais podem continuar a atacar, e eu irei continuar a fazer meu trabalho".


Guardiola se referia aos comentários generalizados sobre a contrariedade do time a respeito da maneira como ele lidou com a decisão de deixar o Bayern.

O clube repudiou tais relatos, assim como as alegações de problemas de peso e disciplina do meio-campista Arturo Vidal no campo de treinamento de inverno da equipe no Catar.

"Ele é muito forte e treinou muito bem. Confio totalmente nele", declarou Guardiola em apoio ao chileno.







Publicidade
Publicidade