Publicidade
Esportes
'Duelo das aves'

Manaus FC encara Rio Negro na luta por primeira vitória no Barezão

Gavião do Norte ainda não sabe o que é vencer no campeonato; por outro lado, o Galo da Praça da Saudade tenta fugir da zona da degola e encostar no G-4 14/09/2016 às 10:00 - Atualizado em 16/09/2016 às 20:16
Show 14021521 647744888723676 9137608310877466845 n
Igor Cearense vai encarar pela primeira vez seu ex-comandante, Aderbal Lana, na briga por melhor posição no campeonato. (Foto: Facebook/Manaus FC)
Denir Simplício Manaus (AM)

Ainda sem sentir o sabor de uma vitória no campeonato, o Manaus FC vê na inconstante equipe do Rio Negro a “galinha dos ovos de ouro” para chegar ao primeiro triunfo no Barezão Centenário.

Com início previsto para às 20h de hoje, no estádio da Colina, o novato Igor Cearense, pretende surpreender o  experiente Aderbal Lana, e assim fugir das últimas colocações na tabela da competição. Para isso, o técnico do Gavião do Norte revelou que deve mudar a “coluna vertebral” de sua equipe. “Devo fazer de duas a três mudanças na equipe, mas ainda estou na dúvida. Penso em fazer uma mudança na defesa, no meio de campo e no ataque”, disse o treinador afirmando que vai pra cima do Galo em busca da primeira vitória na competição.

“Vamos entrar um pouco mais ofensivos nessa partida. Temos feito bons jogos, mas infelizmente o resultado não tem acontecido. Os gols não tem saído e a gente sabe que só vai reverter isso com trabalho e muita dedicação”, disse Igor afirmando que respeita o time de seu ex-técnico, Aderbal Lana, com o qual trabalhou no Penarol de Itacoatiara, em 2013.

“Esperamos que a vitória venha contra o Rio Negro. Com todo respeito ao adversário (Lana), que é um grande treinador, no qual aprendi muito com ele. Mas  esperamos impor um ritmo forte pra conseguir essa primeira vitória”, pontuou.

Lana sem peças

Sem peças para fazer grandes alterações na equipe, Aderbal Lana deve mexer pouco no Galo que perdeu o último compromisso contra o Princesa na semana passada. 
Na 5ª colocação no Barezão, com 3 pontos conquistados e a frente apenas do Manaus FC na luta pelo que seria o quarto rebaixamento seguido do Rio Negro, Aderbal Lana vê o “copo meio cheio” e mira a quarta posição na tabela.

“Não vejo como briga contra o rebaixamento. É uma questão de briga pela quarta vaga (no G-4). O São Raimundo tem 4 pontos, nós temos 3 e o Manaus 2. O Nacional de Borba tá com zero. Os outros três: Fast, Princesa e Nacional tão disparados. Então nós três brigamos por uma vaga”, explicou.

Fabinho é um dos homens de confiança de Lana (Foto: Denir Simplício)

Lana lembrou que jamais enfrentou o Manaus FC comandado por Igor Cearense. Na temporada passada, quando do “Duelo das Aves”, o técnico do Gavião era Robson Garanha, outro ex-jogador de Lana. “O Igor é um cara interessado. Teve boas passagens em times grandes e deve ter aprendido boas coisas. Do que tenho visto o Manaus jogar, acho um time muito bom. Vi contra o Princesa, vi contra o Nacional também e, apesar de ter perdido, teve chances. Principalmente no início do jogo. Então ele parelha com todos os times”, analisou.

Uma vitória do Galo, aliada a um empate ou derrota do são Raimundo coloca o Rio Negro no G-4 do Barezão Centenário pela primeira vez no torneio. Um revés deixa o time de Lana às portas da zona da degola.

 

Publicidade
Publicidade