Domingo, 15 de Dezembro de 2019
DUELO DAS AVES

Aderbal Lana estreia no comando do Manaus FC diante o Rio Negro, na Colina

Técnico, que já passou por Nacional e Rio Negro nesta temporada, fará jogo inaugural no Gavião do Norte contra o Galo da Praça da Saudade. Justamente o clube que ajudou a se reerguer no Estadual do ano passado



d32a59e7-cebd-42fb-a0a3-8e3da6759a49.jpg Lana se uniu a Igor Cearense para tentar levar o Gavião a voos mais altos (Foto: Emanuel Siqueira/ Manaus FC)
22/04/2017 às 05:00

Pouco mais de 24 horas após assumir o comando do Manaus FC o técnico Aderbal Lana já tem uma verdadeira “pedreira” pela frente: o líder Rio Negro. Mas que isso, o técnico mais vencedor do Amazonas vai reencontrar a equipe que ajudou a reerguer após longo período no limbo do futebol amazonense.

O confronto com o Galo, que acontece às 18h deste sábado (22), no estádio da Colina, é mais um desafio na carreira do técnico que prometeu levar o Gavião do Norte a voos mais altos que o sexto lugar dos Barezões anteriores.



“Espero que a gente possa fazer um bom jogo e a tendência é jogar pra ganhar, porque só ganhando a gente pode chegar perto da  quarta colocação”, disse o treinador.
Com 9 pontos no campeonato e e ocupando a sexta colocação  na tabela, o Manaus FC luta em duas frente opostas: fugir da zona do rebaixamento e chegar mais perto do G-4 do Barezão.

Para Lana, o objetivo é estar entre os quatro classificados ao final do returno e lutar pelo primeiro título da história do Gavião do Norte.

“Com a somatória dos pontos, eu gostaria de chegar às finais do campeonato. Vou fazer de tudo. Vou trabalhar muito pra que isso aconteça... são seis partidas e espero que possa alcançar essa graça de chegar entre os finalistas”, concluiu Lana, que no “Duelo das Aves” do turno, quebrou tabu do Rio Negro jamais ter vencido o Manaus FC no Estadual. 

Lana chega, Ediglê sai

Nem deu tempo do Manaus FC comemorar a chegada de  Lana e o Gavião lamentou uma baixa. Trata-se do zagueiro Ediglê, capitão e um dos mais experientes atletas do elenco verde.

O defensor, campeão do mundo com o Inter-RS em 2006, não apareceu no primeiro treino da equipe sob o comando de Aderbal Lana e parece estar de saída do clube.
Em rápida conversa com o CRAQUE, Ediglê despistou, mas deu a entender que estava mesmo deixando o Gavião. Nossa equipe entrou em contato com a diretoria do clube que não respondeu às ligações.

Vale lembrar Ediglê e Lana se desentenderam quando trabalharam juntos no Nacional, em 2014. Questionado sobre a saída de Ediglê com sua chegada, Lana se disse surpreso.

"Me apresentei ontem (quinta) e ele estava presente.Conversei com todos e nada foi passado pra mim. Hoje (ontem) de manhã eu estranhei que ele não foi ao treinamento e eu até tinha montado um esquema com ele de líbero, mas ele não apareceu no treinamento", afirmou Lana.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.