Publicidade
Esportes
O BICHO VAI PEGAR!

Superliga de vôlei retorna a Manaus com jogão neste sábado (7)

As equipes São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) e Vôlei Nestlé/Osasco (SP) se enfrentarão hoje (7), pela Superliga feminina de vôlei, às 20h, na Arena Amadeu Teixeira 07/01/2017 às 09:40 - Atualizado em 07/01/2017 às 09:51
Show volei09999
Os ingressos para o jogo estão sendo vendidos nas bilheterias da Arena. Foto: Antonio Lima
Jéssica Santos Manaus

As equipes São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) e Vôlei Nestlé/Osasco (SP) se enfrentarão hoje (7), pela Superliga feminina de vôlei, às 20h, na Arena Amadeu Teixeira. Os times chegaram a Manaus na última quinta (5), fizeram treinos ontem (6), e ainda farão mais um treino neste sábado, pela manhã. Os ingressos para o jogo estão sendo vendidos nas bilheterias da Arena e também pelo site www.guicheweb.com.br.

Avaliação
O técnico Hairton Cabral falou da trajetória do time São Caetano, e de suas expectativas para o jogo contra o Nestlé e para o segundo turno do campeonato. “Nós não tivemos um bom começo de Superliga, tivemos e continuamos com alguns problemas de contusão, nunca pudemos escalar a equipe inteira, então nós perdemos muitos pontos, poderíamos já estar numa colocação melhor na tabela, mas o importante é que demos uma guinada boa, do 11º para o 9º lugar. Agora, no segundo turno, enfrentaremos equipes difíceis na sequência inicial, como o Nestlé, o Praia, mas o importante é fazermos jogos bons e garimpar pontos”, disse. Mas conseguir a vitória no jogo de hoje não será fácil, porque algumas jogadoras estão lesionadas. “Mesmo com o recesso que nós fizemos, algumas jogadoras não se recuperaram 100% fisicamente, então, estamos avaliando agora com o fisioterapeuta, para ver se teremos condições de utilizá-las”, disse Hairton, que citou Paula e Nikolle entre as jogadoras machucadas.

Apesar de qualquer problema, a ponteira do time, Nikolle Del Rio, está otimista para o jogo. “Está todo mundo bem dedicado, focado no jogo pra ver se a gente consegue uma vitória ou mesmo arrancar pontos com essa equipe. O bom é que já temos noção de espaço e iluminação do ginásio, por já termos jogado aqui em novembro, mas, independente disso, vai ser uma partida difícil porque a Nestlé é uma equipe forte”, ressaltou.

Nikolle também ficou empolgada com a torcida presente no último jogo, em Manaus. “O público compareceu da última vez, foi bem lindo, e espero que o pessoal tenha a oportunidade, novamente, de poder dar essa força para a gente”, disse ela.


Vôlei Nestlé/Osasco (SP)
O técnico do time de Osasco, Luizomar Moura, respeita às demais equipes, mas acredita na vitória do seu time. “Nós fizemos um final de 2016 bastante satisfatório. No returno, nós sabemos que várias equipes cresceram, a nossa também tem que crescer, então, já começamos com um adversário muito difícil, o São Caetano, mas a equipe veio muito focada para cá. O time joga e conhece bastante o São Caetano,  então, agora é muito estudo e tentar fazer um grande jogo aqui”, disse.

Um dos destaques do time, a campeã olímpica Dani Lins já mapeou o ponto forte da equipe adversária. “O São Caetano já conhecemos bem, é de São Paulo também, e sabemos que elas têm um saque muito bom, o ginásio aqui é grande, então, para elas, acho que é mais satisfatório sacar, então temos que trabalhar muito bem nosso passe, e ter concentração, né? Porque é um ginásio diferente, que não estamos acostumadas, mas com os treinos dá para pegar bem a referência do ginásio, tá tranquilo”, disse Dani.

O Vôlei Nestlé encerrou 2016 em 2º lugar na classificação, com 24 pontos (oito vitórias e duas derrotas). Já o São Caetano está na 9º colocação da tabela, com nove pontos (três resultados positivos e oito negativos).

30 reais -  é o valor do ingresso para assistir ao jogo da arquibancada superior da Arena Amadeu Teixeira.

Serviço

O QUÊ: Superliga feminina de vôlei

ONDE: Arena Amadeu Teixeira (Zona Centro-Sul)

QUANDO: Sábado (7), às 20 horas

INGRESSOS: arquibancada superior - R$ 30; arquibancada inferior - R$ 50; entradas VIP (cadeira) - R$ 100. *Meia-entrada para beneficiários. Para o público geral, meia-entrada mediante entrega de 1 kg de alimento.

Publicidade
Publicidade