Domingo, 22 de Setembro de 2019
VAI TER?

Tarumã tenta achar nova data para realizar amistoso internacional em Manaus

Tarumã acerta amistoso contra Miami Dade, dos Estados Unidos, mas conflito de datas para uso da Arena da Amazônia causa indefinição



zCR031501_p01.jpg Amistoso do Lobo do Norte na Arena da Amazônia pode ‘melar’ por conta da vinda da Seleção Brasileira à Manaus. (Foto: Arquivo AC)
15/07/2017 às 08:35

 Estava tudo praticamente certo. Times acordados, planos estruturados e campo marcado, mas uma mudança atrapalhou os planos do Tarumã, de jogar um amistoso internacional diante do time americano Miami Dade. A partida já havia sido marcada para o dia 2 de setembro, antes da disputa da Série B do Campeonato Amazonense, mas o jogo agora corre o risco de não acontecer.

Com a vinda da Seleção Brasileira para Manaus, que vai treinar na capital amazonense antes do jogo diante da Colômbia, a Arena da Amazônia vai ser disponibilizada para a seleção canarinho treinar, justamente na data em que estava prevista a realização do amistoso.

“Estamos dependendo apenas da data da Sejel. Nós temos uma data, mas a Seleção Brasileira resolveu vir treinar aqui e era exatamente na data que nós tínhamos. Tem que refazer tudo para ver a programação deles (Miami Dade) porque nós estamos aproveitando que esses times estão passando por aqui para treinar. A visita deles era no resto do Brasil e eles iriam parar aqui”, explicou o presidente do Tarumã,  Antônio Policarpo Rios Roberto.

Para o time americano, a partida diante do Tarumã faria parte de um planejamento de uma excursão pelo Brasil. A alternativa agora seria achar uma outra data que se adequasse ao time que disputa uma liga alternativa nos Estados Unidos. “Nós vamos ver como vamos adequar a data que tivermos com a volta deles”, explicou o dirigente. 

Objetivo

O principal interesse do Tarumã no amistoso é dar visibilidade ao clube e também tem uma motivação financeira. “Tem vários benefícios. Alavancar o nome do Tarumã é um deles, trazer eventos que possam, de alguma forma, trazer dinheiro para disputar a Série B. É uma das formas de fazer isso”, explicou o presidente do Tarumã. 

O Lobo do Norte foi quem procurou o time dos Estados Unidos, cujos fundadores são brasileiros, que aceitaram a carta convite e se disponibilizaram a disputar o amistoso em Manaus.

Enquanto o evento não acontece, o Tarumã busca outras formas de arrecadar fundos para a disputa da divisão de acesso à elite do futebol local. “Agora, dia 22 de julho, nós estamos fazendo um evento sertanejo lá em Itacoatiara, onde estamos instalados, com essa intenção também”, finalizou o presidente do time da segunda divisão, argumentando que as ações são necessárias para garantir uma boa participação da equipe na luta pelo acesso à elite do Barezão.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.