Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
Craque

Técnico anuncia saída do Penarol, mas muda de ideia

A permanência do treinador foi confirmada no início da noite de ontem pelo presidente do Leão da Velha Serpa, Ila Rabelo, após uma longa reunião com Auecione, que havia pedido para deixar o clube 



1.jpg Auecione esteve prestes a deixar o Leão, mas voltou atrás ontem
16/04/2013 às 10:05

A diretoria do Penarol conseguiu remover a intenção do técnico Auecione Alves de deixar o comando técnico do clube. A permanência do treinador foi confirmada no início da noite de ontem pelo presidente do Leão da Velha Serpa, Ila Rabelo, após uma longa reunião com Auecione, que havia pedido para deixar o clube após a derrota para o Princesa, por 3 a 1, no domingo, no estádio Gilbertão, em Manacapuru. “Temos um jogo muito importante na quarta-feira (amanhã), contra o São Raimundo e optamos em mantê-lo, pois a proximidade da partida não permitiria a chegada de um novo profissional. Ele entendeu e ficará conosco até lá”, disse Ila, que não descartou a possibilidade da saída do técnico em caso de um novo resultado negativo, amanhã, no Estádio Francisco Garcia, em Rio Preto da Eva, às 15h30.

Segundo Ila, o apelo do grupo de jogadores do Penarol pesou para a decisão de Auecione. No início do dia, ainda com Auecione irredutível de sua decisão de deixar o clube, vários nomes de possíveis treinadores foram especulados. O mais cotado para assumir o Penarol era o ex-treinador do Rio Negro, Iane Geber. O próprio presidente admitiu a sondagem por técnicos. “Natural que procurássemos por profissionais. Não poderíamos ficar sem treinador para a sequência final do segundo turno. É a única chance que temos de chegar à final e voltar a ser campeão amazonense”, explicou o dirigente.



Difícil de entender

Logo que acabou a reunião que definiu sua permanência, o técnico Auecione Alves disse que havia pedido para sair por entender a mecânica do futebol, onde só bons resultados mantém o emprego dos técnicos. “Aqui no Penarol temos estrutura, apoio da diretoria, um elenco excepcional, salários em dia, mas infelizmente não estamos conseguindo vencer. Então coloquei meu cargo à disposição da diretoria, que me convenceu a permanecer, mas se não conseguirmos vencer o São Raimundo na quarta-feira, minha situação fica complicada”, reconheceu o técnico.

Auecione assumiu o Leão da Velha Serpa, na semifinal do primeiro turno, após a saída de Aderbal Lana para o Nacional. Daquela época para cá, foram quatro partidas e uma única vitória (dois empates e uma derrota). Para o treinador, faltam duas coisas ao time: competência e sorte. “Não temos tido a competência de transformar nosso volume de jogo em gols e a sorte também, porque nossos adversários aproveitam as chances que têm”, explicou.

Por conta da longa reunião com a diretoria, Auecione não participou do treino do Penarol realizado à tarde, mas hoje deve definir o time após um puxado dia de trabalho. “Só tem esse caminho: trabalhar. basta um resultado positivo para a situação se reverter. Com confiança a sorte vem”, garantiu o otimista treinador. 



Mais de Acritica.com

18 Nov
bradesco_C22DD61C-FE71-4FDD-BB1B-A5B7C048EF01.JPG

TRT11 celebra acordo de R$ 1,1 milhão entre Bradesco e ex-funcionária

18/11/2019 às 11:20

A bancária ingressou com reclamação trabalhista contra o HSBC e o Bradesco em novembro de 2016, pretendendo receber o pagamento de diferenças salariais, horas extras, tempo a disposição da instituição financeira durante as viagens, além indenização pelos danos morais sofridos no ambiente de trabalho


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.