Sábado, 14 de Dezembro de 2019
BASE

Técnico de base no Naça ensina seus pupilos a lutar contra o racismo

Para o treinador José de Ribamar, a conscientização vem desde as categorias de base, na formação atleta



ribamar_DFE46B4B-1698-4B1A-B4B1-CC47E18283C6.JPG Foto: Milly Barreto
20/11/2019 às 16:47

É celebrado em todo Brasil, em 20 de novembro, o Dia Nacional da Consciência Negra. A data faz referência ao dia da morte de Zumbi dos Palmares, um líder do Quilombo, que nasceu livre, mas foi escravizado. 

No futebol, temos episódios de intolerância racial. Onde jogadores, técnicos e nem os árbitros escapam de xingamentos e ofensas que vêm ganhando cenário em algumas partidas futebolísticas. Esses casos acontecem em todo mundo, lugar onde os únicos cânticos teriam de ser o apoio ao time de coração, acaba por dar espaço ao preconceito e intolerância.



O treinador da base do Nacional F.C, José de Ribamar Brandão dos Santos, 47, maranhense, que mora em Manaus há 30 anos, é um dos poucos técnicos negros no Amazonas. Ele comandou o elenco  profissional do Rio Negro e, atualmente, assumiu as categorias de base do Leão da Vila, inclusive, foi campeão do Sub-19 em 2019.

O comandante conta que na adolescência sofreu injúria racial de uma secretária escolar. Na época, ele não entendia a gravidade da situação e não relatou o caso a ninguém. 

O treinador da base azulina revela que trabalha com bastantes atletas negros e tenta passar confiança para seus jogadores sobre essa questão.

“Um atleta ouviu uma ofensa certa vez, em uma partida, mas o acusado negou, então, não tinha como comprovar. Eu trabalho muito essa questão com os garotos, primeiro de não aceitar ser denegrido por sua raça e depois de respeitar cada um. Independente de cor ou de ser estrangeiro. No meu time não tem espaço para preconceito”, afirma. 

Segundo ele, a melhor maneira de responder as ofensas é o sucesso dentro das quatro linhas que o profissional da área deve focar.

“A melhor resposta é o sucesso na nossa profissão, temos que seguir em frente, apesar desses empecilhos que acontecem ainda. O que vale é nossa competência e não nossa cor de pele, eu tento não me importar com isso”, finaliza o treinador. 


 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.