Publicidade
Esportes
Craque

Técnico do Iranduba fala sobre o draft e os jogos na Arena na segunda fase do Brasileirão

Olavo Dantas comentou sobre a preparação do time para a segunda fase e pontua que jogar na Arena "já é um grande incentivo" 23/02/2016 às 14:44
Show 1
O Iranduba mandará suas partidas na Arena da Amazônia
Camila Leonel Manaus (AM)

Nesta terça-feira (23), acontece o draft das jogadoras da seleção brasileira que serão distribuídas entre as oito equipes classifiadas ára a segunda fase da competição. O representante do Iranduba no sorteio é o diretor de futebol do Iranduba, Lauro Tentardini.

O treinador Olavo Dantas comentou que toda ajuda será bem vinda, mas que o clube traçou estratégia para as possíveis jogadoras que integrarão o grupo.

“Nós tivemos uma renião onde a gente traçou prioridades para as jogadoras que podem vir fazer parte do nosso grupo. Com certeza, qualquer jogadora que venha vai nos ajudar e muito. Mas é ter sabedoria na hora de escolher. Nós podemos ter uma, como pode ser duas e agora é aguardar e, se Deus quiser, a menina, ou as meninas, que vier possam nos ajudar na segunda fase da competição”, explicou.

O treinador compareceu na posse do secretário de esportes Fabrício Lima e, durante a solenidade, foi anunciado que o Hulk mandará suas partidas na Arena da Amazônia. Quanto a isso, Olavo Dantas vê com bons olhos a equipe “de casa nova” na segunda fase.

“Eu acho que só o fato de você tá jogando na arena é um grande incentivo. Em relação à questão de dimensões do campo, de temperatura, acho que não muda muito em relação à Colina, em relação ao Carlos Zamith. Com certeza, a gente deve ter um treino, caso isso venha acontecer, de adaptação, de reconhecimento de gramado e tudo. Então eu vejo com muito bons olhos isso aí”, comentou.

A um mês do início da segunda fase, o iranduba segue firme nos treinamentos. A equipe realizou no último domingo (21) um amistoso contra a seleção de Manacapuru e venceu por 4 a 0. O plano para essa preparação é ralizar mais amistosos e treinar forte buscando chegar na terceira fase.

“Tivemos um amistoso domingo em Manacapuru e treinamos ontem em período integral.  Hoje pela manhã nós voltamos a treinar, mas o treino foi um pouco prejudicado devido a chuva.  A  gente tem a programação cheia durante a semana porque tem um tempo bom para se trabalhar, mas as outras equipes também vão ter esse tempo. Existe a possibilidade de alguns amistosos e a gente tá aguardando”, avaliou.

Quanto aos adversários que vem pela frente, o treinador não se assusta e aproveitou para exaltar os pontos fortes do grupo.

“Não tem como fugir. Quando a gente começou o trabalho para o brasileiro a gente tava na mesma dificuldade. Todo mundo ‘tava no osso’, então não tem como fugir. O que me deixou mais feliz em relação aos quatro jogos foi que a gente jogou bem. O jogo que tivemos um pouquinho de prejuizo foi contra o Tiradentes que, no nosso jogo de estreia, nos minutos finais a gente não foi bem. No jogo contra o Santos e contra a Portuguesa fomos bem até acabar o jogo, tivemos chances de ganhar do Santos, mas fomos bem até o final”, completou.


Publicidade
Publicidade