Publicidade
Esportes
Craque

Tenso voo do Urubu: Flamengo retorna ao Rio sob xingamentos da torcida dentro do avião

Elenco rubro-negro foi hostilizado por torcedores ainda no saguão do aerorporto em São Paulo. Grupo pegou mesmo avião que o Fla e seguiu com o protesto até piloto do avião intervir 26/10/2015 às 10:55
Show 1
Jogadores do Flamengo foram xingados no voo de volta ao Rio.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O clima esquentou para o elenco do Flamengo após mais uma derrota no Brasileirão. Depois de perder para o Corinthians por 1 a 0, neste domingo (25), no Itaquerão, comissão técnica e jogadores rubro-negros foram hostilizados por um grupo de torcedores no voo da equipe de volta ao Rio. Situação ficou tão tensa que piloto da aeronave teve de pedir calma a torcida antes de pousar o avião no aeroporto Santos Dumont.

O protesto de cerca de seis torcedores do Flamengo começou ainda no aeroporto de São Paulo. Como o grupo retornou ao Rio de Janeiro no mesmo voo da delegação flamenguistas, as “cobranças” ao elenco continuaram em tom de revolta, assustando os passageiros do voo.

“A gente foi pra fila para entrar no avião e umas pessoas começaram a falar mais alto, o que chamou a atenção das pessoas em geral. E dois começaram a gritar, xingando os jogadores, falando para eles treinarem, etc... Só que depois foram ficando mais agressivos, xingando mais alto e ofendendo mais. Aí quando entramos no avião alguns desses torcedores entraram também e continuaram a falar alto com os jogadores, até que o comandante falou no áudio. Quando chegamos aqui no Rio a polícia já estava esperando por eles”, relatou a passageira Gabriela Correia, assustada com a reação dos flamenguistas.

Com o receio de que a confusão fosse maior dentro do avião, o piloto acionou a polícia no aeroporto Santos Dumont, onde o avião iria. Antes disso, o comandante, temendo pela segurança do voo, pediu calma aos torcedores mais exaltados.

“Todos estão em prol à segurança do voo, por isso peço para que todos fiquem sentados. O time do Flamengo está no voo, é um grande time, não é o meu time, mas respeito muito os jogadores, técnico, todos, por isso temos de ter respeito no dia a dia independentemente de time, raça, cor... Por favor, todos mantenha a calma neste voo. Muito obrigado”, interviu o piloto.

O revés contra o Timão foi o terceiro seguido do Flamengo, que praticamente tirou qualquer chance do Rubro-Negro de disputar uma vaga na Libertadores de 2016. Na próxima rodada o Fla terá outra “pedreira” pela frente. Paolo Guerrero e Cia. jogam contra o Grêmio na capital gaúcha.

Publicidade
Publicidade