Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Wotchimaucu FC

Tikunas do Wotchimaucu FC usam união como arma na final do Peladão Indígena

Em busca do título, o time quer conquistar a taça para virar símbolo para as novas gerações de índios tikuna que vivem em Manaus



1169945.JPG O time, da comunidade da Cidade de Deus, treina na quadra junto com os moradores do bairro (Foto: Clóvis Miranda)
10/12/2016 às 05:00

Wotchimaucu. A palavra diferente é usada para dar nome a um colar feito de sementes encontradas o Alto Solimões. A união usada formar a jóia amazônica, é a mesma usada pelo time de mesmo nome para disputar a final da categoria indígena do Peladão Brahma 2016 neste domingo (11).

Formado por jogadores da etnia tikuna, os time Wotchimaucu FC faz do futebol um instrumento de inclusão do povo indígena dentro e fora de campo. “Nós mantemos esta etnia para ter interação na língua, como nós falamos no momento de tocar a bola, no momento de passe, tudo traduzido na linguagem. Então isso nós mantemos ainda, isso que a gente chama de reviver e resgatar”, explicou Aguinilson Peres, presidente do time e cacique dos Tikunas em Manaus. 

Mas união não é só entre os indígenas. Morando em Manaus, no bairro Cidade de Deus, o time ganhou um reforço importante: a harmonia com os moradores para treinar e seguir em busca do título da categoria. “Nós temos como construir hoje esse laço de união. Para nós, hoje, não tem preconceito, não há discriminação porque nós já convivemos o social”, explicou ele.

Em meio a todo o esforço para manter sua cultura viva, os tikuna criaram um projeto social no bairro onde vivem para difundir seus saberes. Dentro disso, vencer o Peladão seria um marco para a equipe.

“Ganhar o Peladão indígena seria mostrar para os nossos jovens que a parte da cultura significa que o indígena sabe brincar, sabe socializar. É a forma como nós vamos identificar o nosso projeto social de esportes, vai ser um símbolo, um significado para  a nossa comunidade. É valorização, respeito e união para nossos jovens e crianças, isso nós mantemos muito forte e em pé”, finalizou o tikuna Aguinilson 

Otimista

Um dos destaques do time, o atacante Ronaldo Carmo mostrou respeito a equipe adversária, mas disse estar certo de que o Wotchimaucu vai sair de campo como campeão.

O conhecimento do time adversário é uma das armas para a partida. “Nós treinamos bastante com eles durante quatro meses e eles já sabem como é o nosso jogo e a gente também já sabe como eles jogam”, explicou Ronaldo que finalizou: “a gente tem 100% de certeza de que vamos ser campeões”.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.