Publicidade
Esportes
FUTSAL

Time da Zona Leste de Manaus viaja à SC para jogar o Sul-Americano de futsal sub-9

Meninos do Instituto São José esperam fazer bonito na primeira vez em que saem do Amazonas para competir. Equipe campeã amazonense da categoria estreia nesta quinta-feira (19) em Florianópolis 18/07/2018 às 05:15 - Atualizado em 18/07/2018 às 20:14
Show zcr0418 02f
Foto: Antônio Lima
Camila Leonel Manaus (AM)

Os meninos do Instituto São José estão de malas prontas para disputar o Sul-Americano de Futsal Sub-9, em Florianópolis (SC). A equipe da Zona Leste viaja na tarde desta quarta (18) rumo à capital catarinense para a competição que começa nesta quinta-feira (19).

Apesar da pouca idade, os representantes do bairro São José garantem que estão preparados. Nos últimos dois meses os treinos foram intensos e esse ciclo se encerrou com um jogo-treino que aconteceu no Ginásio Zezão na última segunda (16). O time do Instituto enfrentou a escolinha que recruta jogadores para a equipe: vitória por 8 a 3 do time.

“Nossa maior dificuldade foi reunir o time e conseguimos isso para ajustar o entrosamento deles. Temos atletas jogando outras competições e por isso precisamos trazer reforços” explica o técnico da equipe, Denis Fabrício.

Além dos reforços, foi preciso também ajustar algumas posições na equipe. Um exemplo é o goleiro Pedrinho. Originalmente, ele joga na linha, mas como o time ficou sem goleiros para a competição, Pedrinho passou para a função de goleiro-linha. Apesar de ser um improviso, Pedrinho jogou algumas competições na meta, mas mesmo assim não deixou de fazer gols. No Campeonato Amazonense do ano passado, ele marcou 14 gols.

“Eu jogava na linha, mas via o meu pai e a minha mãe jogando no gol e eu falei já que os meus pais agarram, quero agarrar também. Minha mãe não gostou muito da ideia no início, mas eu insisti e acabei indo para o gol”, conta Pedrinho.

A mãe do goleiro artilheiro, Maria Campos, que joga futebol como goleira, conta que não imaginava o filho jogando nesta posição pela altura.

“Ele tem a desvantagem de ser baixinho, mas fico impressionada com a noção que ele tem. Ele sabe sair, joga muito bem com os pés e joga muito bem na linha também. Ele até me falou que se fizer gol lá na competição preparou uma dancinha. Então é gostoso ver nossos filhos atuando assim”, conta a mãe que durante o jogo-treino dava orientações na beira do campo. Pedrinho entrega: as dicas são dadas em outras horas também. “Ela me leva quando vai jogar e pede pra eu prestar atenção nos aquecimentos que ela faz”.

Além de  trabalhar com a tática na calma dos garotos, o técnico diz que também tem focado na parte psicológica. “É a primeira viagem de todo mundo, mas a gente tira isso com muita conversa. Somos realistas e falamos que o objetivo é fazer uma boa competição, mas eles são maduros, não têm medo e têm uma vontade grande”.

Escolinha que procura talentos

Para formar um time que conquistou o Campeonato Amazonense e torneios de futsal em toda Manaus, o Instituto São José conta com uma escolinha com 125 alunos. É a partir dessas turmas que os jogadores são recrutados para os times que competem no futsal.

De acordo com o presidente do time, Jhonny Menezes, a escolinha foi criada em 1999 e o objetivo é lapidar as crianças para chegar voando nos times. E pelo jeito ele está colhendo os frutos desse trabalho. “Na escolinha nós ensinamos os fundamentos e vamos lapidando eles para que a gente possa fazer um time bom para participar das competições. E aí dei a ideia de todo ano a gente colocar um time nessas competições e tem dado certo”, explica.

A equipe é atual campeã amazonense, ano passado ficou em quarto lugar na Copa do Brasil além de conquistar títulos nas competições de bairros em Manaus. A iniciativa conta com o apoio dos pais das crianças e da comunidade.

“Nós não temos apoio de governo ou algo parecido. Nós trabalhamos com os pais. Eles nõs dão apoio. Nos reunimos próximo às competições e fazemos rifa, feijoada para que eles possam viajar e assim vamos levando”, explicou Menezes.

Para o Sul-Americano, ele disse que espera um bom trabalho do time. “A expectativa é que o time faça uma boa apresentação. Estamos indo bem, pesquisamos os nossos adversários e estamos prontos”. O Instituto São José está no grupo composto pela Escolinha do Grêmio, Adesa, Peregrinos e Joga10 Futsal.

Publicidade
Publicidade