Publicidade
Esportes
Craque

Times apostam em seus goleiros para conquistar o título Master no Peladão Brahma 2015

O Central do Coroado Master, campeão em 2013, busca o bicampeonato enquanto que os boleiros do C.A Ribeiro Júnior miram o título inédito 19/12/2015 às 17:41
Show 1
As duas equipes contam com um trunfo em comum, muito importante para alcançar o objetivo: os goleiros Vanderlan (Ribeiro Jr.) e Carlinhos (Central)
Equipe Peladão 2015 Manaus (AM)

Os veteranos da bola do Central do Coroado Master e C.A. Ribeiro Júnior/Amigos da Maria se encaram para o tudo ou nada neste domingo, às 10h no Estádio Roberto Simonsen, no Clube do Trabalhador (Sesi), na disputa do título do Peladão Master. O Central, campeão em 2013, busca o bicampeonato enquanto que os boleiros do Ribeiro Júnior miram o título inédito.

Para isso, as duas equipes contam com um trunfo em comum, muito importante para alcançar o objetivo: os goleiros Vanderlan (Ribeiro Jr.) e Carlinhos (Central). Os dois detém o gol menos vazado da competição, com 4 e 3 gols respectivamente e prometem brecar o adversário no domingo. Vale a pena conferir esse duelo de gigantes.

Ficha técnica

C.A. Ribeiro Júnior

Vanderlan; Cada e Mito; Piranha, Frankmar, Zeca e Cesar; Beca e Magú; Tora e Sérgio. Técnico: Júnior


Central do Coroado Master

Carlinhos; Virgilio, Eraldo e Machão; Naul, Guara, Magno, Sidney e Adailton; Joninho e Oscar. Técnico: Gilmar Queiroz, o “Cabeça”

Dia: 20 de dezembro de 2015

Onde: Estádio do Sesi Horário: 10h00

Mão na massa e na bola

Um dos responsáveis por brecar as investidas dos adversários, o goleiro do Ribeiro Júnior /Amigos da Maria, Vanderlan Barreto, vem sendo peça importante na equipe no perde-sai do Master. Na força e na garra, o time venceu cinco jogos do mata-mata nos pênaltis e a estrela do goleirão brilhou em sete cobranças.

“O perde-sai foi no sacrifício. Nosso time quase não tem jogador conhecido porque não temos tradição, a maioria é boleiro de pelada”, frisou o goleiro.

Na equipe há três anos, Vanderlan destaca que está tranquilo e com seus 50 anos de idade ele se sente preparado para levantar a taça de campeão. Sem tempo para treinar, são nas atividades como pedreiro, batendo massa e levantando paredes que ele mantém a forma e nesse período de final de ano o trabalho aumenta. “Não tenho descanso, passo o dia inteiro trabalhando e levo isso como um preparo”, declarou.

Mas se depender da Maria da Paz, o bar dela está pronto para a festa da vitória. Há 22 anos ela abre a porta de sua casa para receber o pessoal do Ribeiro Júnior após as peladas que o time participa. E um dos motivos é o sopão que ela prepara para os boleiros. Ela garante que a sopa de carne, mocotó e feijão com bucho estará pronto para os jogadores após o jogo deste domingo.

“É uma satisfação pra mim. Eles me chamam até de mãe e eu os considero como filhos. Com seus 66 anos de idade ela continua na ativa. “Eles não deixam eu parar e ficam me paparicando bastante”, lembrou.

A festa já está pronta

Com apenas três gols sofridos na competição e 50 marcados, o Central do Corado Master conta com um elenco recheado de craques e ex-profissionais. Disputando a quarta final em cinco anos, o goleiro Francisco Carlos Moreira, ou “Carlinhos”, busca o seu tetracampeonato. Ele estava presente no título do Central em 2013 e espera repetir o feito daquele ano.

Com um currículo de causar inveja a muitos goleiros, ele guarda na bagagem dois vice campeonato amazonense atuando como treinador de goleiros do Princesa do Solimões, em 2014 e 2015, além do título amazonense pelo América em 1994. Experiente, ele ainda passou 10 anos em Roraima chegando a 9 finais e sete títulos, sendo cinco pelo Atlético Roraima, dois pelo Baré e dois vice campeonato pelo Atlético Roraima.

De volta Manaus, a trilha de sucesso do goleirão continuou, desta vez no Master, no maior campeonato de peladas do mundo. Passando da casa dos 40 anos, ele recebeu propostas da Feira da Banana e em 2011 e 2012 ele levantou o troféu de campeão. No ano seguinte ele foi para o Central do Corado e novamente foi campeão.

“Nós estamos tranquilos. Conhecemos o adversário, temos colegas lá e sei que o time deles tem competência e chegou à final por mérito”, confessou Carlinhos. E para celebrar o título, o Bar da Maria já está com a festa pronta para receber o time.

Publicidade
Publicidade