Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
COPA AMÉRICA

Após vitória do Brasil, Tite responde a críticas de Messi sobre 'jogo roubado'

"Aquele que reputei como jogador extraordinário, extraterrestre, coloquei dessa forma, ele tem que ter um pouco mais de respeito e tem que entender e aceitar quando é vencido, disse o técnico.O Brasil foi campeão da Copa América em 1919, 1922, 1949, 1989 e agora em 2019



HUHEUE_FD049427-DDD7-4572-9B36-513960722127.jpg Foto: REUTERS / Henry Romero
News thumb afp d084093c bf21 4ede 853c 0cfb6068260d AFP
08/07/2019 às 09:17

O técnico da seleção brasileira, Tite, manifestou sua grande "satisfação" por conquistar a Copa América e conseguir seu primeiro título com a seleção, após vencer o Peru por 3 a 1 na final.

"Eu me tornei o técnico da seleção hoje, definitivamente, dirigindo no Maracanã, pelo simbolismo do templo maior do futebol. É por isso que coloco nessa conotação. É inimaginável. Eu não tenho adjetivo para traduzir essa felicidade", garantiu em coletiva de imprensa após o fim do jogo.

Tite reiterou que vai permanecer no cargo como diz seu contrato, até depois da Copa do Mundo do Catar em 2022.

O treinador foi alvo de críticas quando o Brasil foi eliminado da Copa do Mundo da Rússia em 2018 pela Bélgica nas quartas de final.

"Eu não encaro crítica como alguém que está contra mim. Ela faz parte, ela é do processo democrático na busca de crescimento. Eu tenho isso muito claro", considerou.

"O que busco são resultados sem sacrificar a criação e a consistência", acrescentou o treinador.

Tite também comentou as críticas feitas por Lionel Messi após a derrota da Argentina para a seleção brasileira e afirmou que a competição estava armada para que o Brasil ganhasse.

"Aquele que reputei como jogador extraordinário, extraterrestre, coloquei dessa forma, ele tem que ter um pouco mais de respeito e tem que entender e aceitar quando é vencido. Tite também lembrou que o Brasil também sofreu com problemas da arbitragem. "Nós fomos prejudicados em uma série de jogos, inclusive na Copa do Mundo. Então, muito cuidado. Estou respondendo diretamente. Estou respondendo pela grandeza que ele tem. Jogamos limpo contra a Argentina o tempo inteiro". 

O Brasil nunca perdeu uma Copa América disputada em casa, e foi campeçao em 1919, 1922, 1949, 1989 e agora em 2019.

Gareca elogia evolução peruana 

O técnico do Peru, o argentino Ricardo Gareca, se mostrou satisfeito apesar da derrota e considerou que o título ficou em boas mãos. "O Brasil foi um vencedor justo". 

Assim como Tite, ele também confirmou sua permanência no comando de sua seleção, até 2021, pelo menos. "E se nos classificarmos para a Copa do Mundo (do Catar em 2022) estendemos o contrato por mais um ano".

"O Peru me deu tudo e me entregou tudo. Temos um grande compromisso com o Peru", insistiu, encerrando os rumores que o colocavam na seleção argentina para substituir Lionel Scaloni.

Sobre o duelo com o Brasil, Gareca disse que a equipe melhorou em relação ao 5 a 0 (da fase de grupos): "Tivemos nosso momento na partida e eles aproveitaram bem as oportunidades que tiveram".

O treinador voltou a elogiar sua equipe: "Devemos nos superar ainda mais, somos uma seleção que melhorou e continua melhorando", considerou.

"Temos que seguir insistindo e manter a humildade", acrescentou Gareca, um dos grandes responsáveis pela classificação do Peru à Copa do Mundo da Rússia de 2018, 36 anos depois de sua última participação na Espanha em 1982.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.