Publicidade
Esportes
GAncho

TJD/AM aplica punição ao presidente do 3B pelo 'Caso Abacaxi'

Bosco Brasil Bindá recebeu gancho de 30 dias e multa de R$ 1 mil por ter invadido a área técnica do Iranduba e ter atirado um abacaxi, em jogo que marcou a primeira vitória do 3B no campeonato 02/10/2017 às 21:14
Show 61e7fa5d 59d7 4e2d a2ac 9bb372e6582b
Bosco Brasil recebeu suspensão de 30 dias mais multa (Foto: Lisandro Windson/FAF)
Denir Simplício Manaus (AM)

Em mais de duas horas de julgamento na noite desta segunda-feira  (2), na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD/AM), o  presidente do 3B da Amazônia, João Bosco Brasil Binda, foi julgado pelo “Caso do Abacaxi”. Em decisão da Primeira Comissão Disciplinar, o dirigente da equipe debutante no Barezao Feminino foi punido com suspensão de 30 dias, mais multa de R$1 mil. 

Denunciado em quatro artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), Bosco Brasil acabou sendo punido nos artigos 258 (falta de  conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva); no 258B (por invasão de área restrita) e no 258D (acúmulo dos artigos anteriores). 

O presidente do 3B só não levou gancho maior por ter sido absolvido no artigo 234, que trata de falsificação de documento. Bosco Brasil foi denunciado no TJD após ter invadido a área do banco de reservas do Iranduba e atirado um abacaxi. Em sua defesa, o dirigente disse ter se tratado apenas de uma brincadeira com o preparador físico do Iranduba, José Said. 

Visivelmente aliviado com a decisão do Tribunal, Bosco Brasil se disse arrependido com sua ação e prometeu jamais repeti-lo. “Acho que o Tribunal julgou bem, não foi uma atitude de má fé.  Não conhecia o regulamento, me arrependi do ato e prometo não fazer mais”, disse Bosco revelando que o abacaxi atirado no gramado da Arena da Amazônia está lhe dando prejuízo.

“Esse abacaxi está me saindo caro. Agora vamos esquecer o abacaxi e focar apenas no Campeonato”, disse o dirigente  afirmando que está  reforçando o time com três atletas, inclusive, com uma delas da Seleção Brasileira recém convocada pelo técnico Vadão. 

“O 3B essa semana anuncia três jogadoras de nível de Seleção.  Tem jogadora de Seleção principal.  O 3B começou com 12 jogadoras e hoje nós temos 14 e vamos ficar mais fortes ainda”, avisou Bosco.

Publicidade
Publicidade