Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Craque

TJD/AM só se manifestará sobre ‘Caso Nando x Japiim’, após denúncia da procuradoria

Presidente do Tribunal desportivo afirmou que está acompanhando os fatos e confirmou que julgamento ocorrerá apenas em caso de convocação. Comissão disciplinar aguarda a súmula da partida para analisar o processo  


13/04/2015 às 15:23

O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM), André Luiz de Oliveira Farias, disse à reportagem do CRAQUE que aguarda denúncia no caso de agressão ao torcedor Japiim, do Nacional, pelo jogador Nando, do Princesa. Tribunal desportivo não se reúne desde o início do ano e poderá ser convocado para julgar o mesmo jogador que foi pivô da confusão na final do Amazonense de 2014.

O TJD-AM aguarda a súmula do jogo em que o Nacional venceu a equipe do Princesa do Solimões para analisar se aceita a denúncia contra o jogador do time de Manacapuru. “Eu devo receber a súmula do jogo amanhã (14) e encaminharei à Promotoria. Como o caso ganhou notoriedade pública, acredito que a Comissão Disciplinar seja convocada para analisar o caso”, explicou o presidente do Tribunal, André Farias.

Farias afirmou que mesmo que o caso de agressão ao torcedor nacionalino não seja relatado na súmula pelo árbitro da partida, Luizinho de Souza Lima, o Promotor do caso pode anexar informações e convocar o Tribunal. “Posso pedir para a promotoria anexar as informações necessárias para aceitar a denúncia. Não necessariamente o árbitro do jogo poderá relatar tudo o que ocorreu na partida”, indicou o presidente.

publicidade

O Tribunal, que se reunia na sede da Federação Amazonense de Futebol (FAF), terá de se reunir em outro local, já que a FAF passou por reforma e não existe mais espaço hábil para receber o júri. O novo local ainda não foi definido.

O responsável em aceitar a denúncia é Fábio Gouveia, cabe ao procurador analisar a denúncia e repassá-la ao presidente. “Ele (Fabio Gouveia) vai verificar legalmente a denúncia e analisar. Depois disso haverá a convocação e, posteriormente, o julgamento”, disse André Farias.

O presidente do TJD-AM afirmou ainda que o Pleno do Tribunal é quem julga os casos e, no momento, existem três vagas a serem preenchidas no júri. “No Tribunal existem suplentes e eu vinha convocando esses suplentes. Para compor o Tribunal Pleno eu já tenho três nomes e eles devem ser convocados”, finalizou.


publicidade
publicidade
Amazonas está há dois dias sem registrar casos de gripe H1N1
Ingresso para jogo entre Vasco e Corinthians em Manaus vai custar R$ 80
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.