Domingo, 26 de Maio de 2019
Craque

Tô de férias! Videogame, society e pizzarias são uma das diversões do cavaleiro João Victor Lima

Em Manaus matando a saudade da família e dos amigos, ele conversou com o Portal acritica.com, falou sobre as novidades na sua carreira e revelou o que costuma fazer nos dias livres, em terras “barés”



1.jpg
Videgame é uma das distrações de João Victor Lima nestas férias
15/01/2013 às 09:12

Nelson Pessoa, Rodrigo Pessoa e Álvaro Miranda, o Doda, são sem dúvida os principais nomes do hipismo nacional e estão no time dos melhores do mundo da modalidade. Três brasileiros que buscaram na Europa o caminho do sucesso e com muita dedicação e garra escreveram uma história recheada de conquistas inesquecíveis. O amazonense João Victor Lima resolveu seguir os passos dos seus ídolos e se mudou para a Europa, em setembro do ano passado junto com a avó, Marli Aguiar. Em Manaus matando a saudade da família e dos amigos, ele conversou com o Portal acrítica.com, falou sobre as novidades na sua carreira e revelou o que costuma fazer nos dias livres, em terras “barés”. O resultado desse bate-papo você confere agora na nossa terceira e última reportagem da série “Tô de Férias!”.

Confira o desempenho de João Victor neste vídeo


Peixe, feijão e farinha - um dos pratos preferidos do cavaleiro

Desde que mudou para a Bélgica, esta é a primeira vez que João Victor vem a Manaus, ele contou que sentiu saudades da família e dos amigos, mas que não pensa em voltar a morar no Brasil e que como bom amazonense, também sentiu falta do peixe e da farinha.

“Quando ele chegou uma das primeiras coisas que pediu foi um prato com costela de tambaqui, farinha e feijão e foi bonito vê-lo devorar a comida”, disse a mãe, em tom descontraído.


João Victor gosta de jogar society

João Victor que tem como técnico ninguém mais ninguém menos que Nelson Pessoa, o Neco, que já treinou diversos campeões, entre eles o filho Rodrigo Pessoa ( medalha de bronze por equipes em Atlanta (1996) e Sydney (2000) e ouro em 2004, em Atenas), tem uma vida corrida em solo europeu. Com treinos de segunda a quinta e competições no fim de semana, por isso ele tem aproveitado a estadia em Manaus para distrair a mente.

“Gosto de jogar vídeogame e futebol, mas geralmente não tenho muito tempo para fazer isso, então é nas férias que eu mato a vontade, estou sempre com os meus amigos em alguma quadra de futebol society. Também fui a algumas festas e encontros em pizzarias”, conta o cavaleiro que já praticou futebol na escolinha do Flamengo e da Nilton Lins.

Mas o atleta não consegue ficar muito tempo longe dos cavalos, uma paixão que nutre desde os três anos de idade.

Veja galeria de fotos

“Cavalguei algumas vezes no haras do Tarumã, onde dei os meus primeiros passos no hipismo. Também conversei com o meu ex-treinador, Pedro Paulo Cordeiro, nós trocamos algumas ideias sobre a modalidade e sobre o que eu aprendi na Europa, foi bem legal”, comentou João Victor.

Em 2012, João Victor foi destaque no Campeonato Brasileiro Júnior e abocanhou dois ouros - no individual e por equipes no Sul Americano Júnior.


João Victor com Nelson Pessoa

Amizade, paixão e destino
João Victor foi para a Europa em busca de aprimoramento técnico, mas em pouco tempo ele conseguiu muito mais do que esperava. Fã de Rodrigo Pessoa, uma de suas inspirações, o amazonense que sempre sonhou em ganhar reconhecimento mundial, foi descoberto pelo medalhista olímpico Álvaro Miranda, o Doda, que o apresentou a Nelson Pessoa, um dos mais importantes cavaleiros de todos os tempos.

“Assim que João Victor e minha mãe chegaram à Bélgica foram convidados para uma festa a fantasia, lá ele conheceu sem saber a filha do Doda, Vivi Miranda, os dois trocaram telefones e ela através de vídeos postados nas redes sociais descobriu que ele praticava hipismo. A menina mostrou os vídeos do João para o pai e ele gostou”, contou a mãe, Mara Aguiar. Ainda segundo Mara, meses depois, João Victor e a avó foram convidados para um jantar na casa de Doda, na ocasião, Nelson Pessoa teve a oportunidade de conferir o desempenho do amazonense de perto.

“João Victor montou um cavalo do Doda e o Neco perguntou quantas vezes ele já havia montado o animal. O Doda respondeu que aquela era a primeira vez, Nelson Pessoa ficou impressionado e convidou o João para treinar com ele. Eu acredito que isso foi coisa do destino, o destino estava traçado”, concluiu.


João Victor e sua família

Presente de Doda
Agora sob o olhar dos dois ícones do hipismo mundial, o amazonense de apenas 15 anos, que já começou a apresentar bons resultados na Europa, montando o AD Jac Potees, cedido por Doda, é apontado por Neco como o atleta que deve representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

Federado por São Paulo, João Victor já provou diversas vezes que tem talento e potencial para alcançar o topo e estar entre os melhores cavaleiros do planeta. Com o apadrinhamento de Neco e Doda, mostrou também que possui muita sorte.

Alguém tem duvidas que o amazonense, apaixonado por cavalo desde os três anos vai conquistar o mundo do hipismo? Vamos esperar as cenas dos próximos capítulos de mais uma história de dedicação e sucesso.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.