Publicidade
Esportes
Craque

‘Tô nem vendo’: Flamengo vence quinta partida seguida e chega ao G-4 do Brasileirão 2015

Com golaços de Alan Patrick e Luis Antônio, o Mengo é o melhor time no returno da competição e retorna ao grupo dos classificados à Libertadores depois de quase quatro anos 11/09/2015 às 09:52
Show 1
Alan Patrick abriu o placar com belo gol de voleio.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Deixou chegar! Com o apoio de mais de 43 mil torcedores, o Flamengo venceu o Cruzeiro, nesta quinta-feira (10), no Maracanã, e chegou ao G-4 do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro não alcançava o grupo dos quatro melhores da competição há quase quatro anos e chegou aos 38 pontos na tabela do Brasileirão.

A noite desta quinta foi de festa para a Nação Rubro-Negra, que lotou o Maracanã. Com dois belos gols de Alan Patrick e Luis Antônio, o Flamengo venceu com autoridade o Cruzeiro e levou a torcida ao delírio. Na próxima rodada o Fla encara a Chapecoense na Arena Conda, em Chapecó, pela 25ª rodada do Brasileirão.

O jogo

A partida começou aberta e as duas equipes se lançavam ao ataque alternadamente. Aos 12 minutos, Paulo Victor fez uma grande defesa, quase em cima da linha, em cabeceio à queima-roupa de Paulo André. Na sequencia da partida, com a marcação avançada do Flamengo, o jogo ficou truncado no meio de campo.

Aos 27, um chute perigoso do Pará do time mineiro explodiu em Wallace, que salvou a meta rubro-negra. Mas poucos minutos depois, o zagueiro sentiu dores na parte posterior da coxa esquerda e foi substituído por César Martins.


No decorrer do jogo, Pará e Emerson eram bastante acionados pela direita, mas a equipe rubro-negra tinha dificuldade na finalização. Mas a Nação soltou o grito de gol aos 45 minutos da primeira etapa, quando Alan Patrick começou a jogada com passe de calcanhar para Kayke, que devolve para o meia abrir o placar com um belo chute. Antes de balançar a rede, a bola ainda desvia em Paulinho e mata o goleiro Fábio.

Na volta para a etapa complementar, o jogo se manteve muito disputado. Aos 20 minutos, Emerson sentiu a coxa e foi substituído por Marcelo Cirino. Poucos minutos depois, Alan Patrick bateu escanteio, a zaga do Cruzeiro afastou, e, na sobra, estava Luiz Antonio para pegar de primeira e marcar um golaço, na gaveta.

Antes do apito final, aos 44, Kayke ainda obrigou Fábio a fazer grande defesa em chute colocado, que o goleiro cruzeirense espalmou para escanteio. Já nos acréscimos, só deu tempo para Jajá entrar no lugar de Paulinho e a torcida se divertir com a "ola" e gritar olé.

Publicidade
Publicidade