Publicidade
Esportes
Craque

Top 5 do Delmo: Artilheiro relembra o sufoco para se manter na Série B em 2002

O relato por parte do atacante parintinense do drama vivido na partida contra o Vila Nova (GO) é a quinta e última parte da série 'Top 5 do Delmo' 28/02/2015 às 14:00
Show 1
O São Raimundo escapou da degola naquele ano ficando em 19º com 32 pontos
Paulo André Nunes Manaus (AM)

O sufoco para permanecer na Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro em 2002 foi um fantasma que aterrorizou Delmo e os torcedores colinenses há 13 anos.

Na partida contra o Vila Nova (GO), válida pela última rodada da Segundona daquela temporada, o atacante sofreu a falta que foi convertida pelo meia Alberto aos dramáticos 47 minutos do segundo tempo, dando a vitória por 4 a 3 ao São Raimundo no nem tão distante dia 12 de novembro daquele ano.

O relato por parte do atacante parintinense do drama vivido naquele jogo é a quinta e última parte da série “Top 5 do Delmo”, que relembrar os grandes momentos do maior artilheiro do Campeonato Amazonense em todos os tempos. 

“Nunca tínhamos passado um sufoco tão grande quanto naquele jogo contra o Vila Nova. Chegamos naquela partida dependendo de nós mesmos para conseguir permanecer na Série B. Marquei um dos gols no tempo corrido. Estávamos empatando em 3 a 3 e sendo rebaixados. Mas sofri a falta convertida nos acréscimos pelo Alberto, que nos deu a vitória por 4 a 3 e a permanência na competição”, explicou o parintinense.

O São Raimundo escapou da degola ficando em 19º com 32 pontos, mesma pontuação do Náutico, o 20º e último antes da temida zona de rebaixamento. Foram rebaixados o Americano (RJ) – que também somou 32 mas que perdeu no retrospecto - , Botafogo (SP), Sampaio Corrêa (MA), Guarany de Sobral (CE), XV de Piracicaba (SP) e Bragantino (SP). O campeão foi o Criciúma (SC), que somou 63 pontos na tabela de classificação. 

Naquele ano, Delmo ficou em terceiro lugar na tabela de artilheiros da Segundona ao lado de Espíndola, do Anapolina, ambos com 14 gols. O artilheiro foi Vinícius, do Fortaleza, com 22 gols, seguido de Marquinhos, do CRB, que anotou 17 vezes naquela Série B.

Quatro anos depois a queda foi inevitável: em 2006, após ficar seis anos no Campeonato Brasileiro da Série B o São Raimundo foi rebaixado para a Terceirona ao terminar na 19º posição, melhor apenas do que, acredite se quiser, o lanterna Vila Nova-GO.

Publicidade
Publicidade