Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019
Craque

Tóquio sediará Jogos Olímpicos de 2020

A capital japonesa venceu de outras duas cidades que concorriam: Istambul (Turquia) e Madri (Espanha). Durante sua defesa para o comitê olímpico, os asiáticos mostraram que têm um dos mais modernos sistemas de transporte público do mundo e garantiram que problemas nucleares não atrapalharão o evento



1.jpg Anúncio foi recebido com festa pela delegação japonesa
07/09/2013 às 17:27

Tóquio, a capital japonesa, vai ser a sede dos Jogos Olímpicos de 2020. A decisão foi anunciada neste sábado (7) à tarde em Buenos Aires pelo Comitê Olimpico Internacional (COI). Três cidades concorriam: Istambul (Turquia), Madri (Espanha) e Tóquio.

Foi um dia de suspense. Na primeira votação, Madri empatou com Istambul, mas a capital espanhola acabou perdendo para a metrópole turca no desempate, por apenas quatro votos. Istambul obteve 49 votos e Madri 45. 



As três cidades tinham, cada uma, vantagens – que apresentaram em vídeos e que defenderam em público. Istambul promoveu sua imagem de ponte entre a Ásia e a Europa. A cidade fica nos dois continentes e a delegação turca argumentou que a escolha dela (cuja população é majoritariamente muçulmana) representaria uma mensagem de paz a uma região tumultuada por conflitos, como a guerra civil na Síria.

O Japão tem um dos mais modernos sistemas de transporte público do mundo. Em compensação, a delegação japonesa foi questionada sobre a segurança ambiental. A central nuclear de Fukushima foi afetada pelo terromoto e o tsunami de 2011, mas os japoneses asseguraram que não há mais risco de contaminação.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.