Publicidade
Esportes
Craque

Torcedores agridem jogadores do Palmeiras em Aeroporto

Saguão do Aeroparque Jorge Newbery na Argentina virou uma verdadeira praça de guerra. O goleiro Fernando Prass teve um corte na cabeça e precisou ser atendido pelo médico do clube 07/03/2013 às 11:55
Show 1
Confusão deixou o goleiro Fernando Prass ferido
acritica.com Manaus (AM)

Membros da torcida Mancha Alviverde, revoltados com a derrota para o Tigre, nesta quarta-feira (6), agrediram alguns jogadores do Palmeiras no embarque da delegação palmeirense na cidade de Buenos Aires com destino a São Paulo, na manhã desta quinta-feira (7).

O saguão do Aeroparque Jorge Newbery virou uma verdadeira praça de guerra. O goleiro Fernando Prass teve um corte na cabeça e precisou ser atendido pelo médico do clube.

Os atletas e a comissão técnica aguardavam sentados pelo voo, quando os torcedores encontraram os atletas. De acordo com o portal Lance, o jogador Wesley foi o primeiro a ser cobrado por um torcedor.

Você não está jogando nada, c...Tem que honrar essa camisa, p... - disse.

Poucos segundos depois outros torcedores chegaram ao local, mais exaltados:

- Cadê o falador? Cadê o falador? - Em referência a Valdivia.

Ao avistarem o camisa 10 sentado em banco da lanchonete do aeroporto, o torcedores partiram para cima do jogador e o ambiente calmo deu lugar as discussões e ofensas. Um copo foi arremessado na parede, por um torcedor, e os estilhaços cortaram a cabeça do goleiro Fernando Prass. Sangrando bastante, o arqueiro foi atendido pelo médico do clube ainda no local.

Para se proteger Valdivia correu para o banheiro e ficou atrás do segurança do Palmeiras.

Os jogadores, Henrique e Bruno, dois dos líderes do grupo, tentaram dialogar com os integrantes da facção, já com a temperatura entre as partes mais baixa.

Antes da partida contra o Tigre, da última quarta-feira, cerca de 50 representantes da Mancha cobraram o presidente Paulo Nobre e chamaram Valdivia de "vagabundo e cachaceiro".

Publicidade
Publicidade