Publicidade
Esportes
Craque

Torcedores do Nacional protestam e pintam ‘Fora Lana’ em rua de acesso ao CT

Pouco mais de 10 torcedores pediram a saída do técnico Aderbal Lana, ao se depararem com os portões fechados do centro de treinamento 28/07/2015 às 21:35
Show 1
Torcedores não pouparam o técnico Aderbal Lana e pediram a saída do treinador
Anderson Silva Manaus (AM)

Confira o vídeo do protesto no Centro de Treinamento

A tarde desta terça-feira (28) foi atípica nos arredores do C.T Barbosa Filho, na Zona Leste de Manaus. Com os portões fechados para o torcedor, apenas a imprensa pode acompanhar o treino do time, pouco mais de 10 torcedores fizeram questão de protestar e gritar palavras de ordem pedindo a saída do técnico Aderbal Lana. ‘Fora Lana’ também foi riscado com um tijolo e posteriormente pintando com spray na rua que da acesso ao centro de treinamento do clube.

A ação da diretoria, que proibiu os torcedores dentro do CT, indignou os torcedores que fizeram questão de pedir a saída do o atual técnico do Nacional, principalmente por conta da derrota no último domingo, para o Rio Branco-AC, por 2 a 1.

“Desde 89 acompanho o Nacional, e o cara fazendo a mesma palhaçada... Fez contra o Atlético-MG, fez contra o Cristal-AP, fez com o Paysandu improvisando... A diretoria do Nacional está fazendo um investimento de alto nível, um time caro... Contrata os jogadores que o treinador pede e chega na hora o treinador vai improvisar o time? Não dá! Perder para Rio Branco?! É mesmo que o Barcelona vim para Manaus e perder para o Nacional, com todo respeito. Não tem condições de o Nacional perder para um time que não tem condições, técnica física e financeira”, disparou o torcedor, Kartegiane Quintelo, desaprovando a atitude da diretoria.

“Eu me sinto envergonhado. Todos nós vimos ao CT e nunca bagunçamos ou falamos nada, sempre apoiamos o time. Aí chegamos aqui hoje, justamente até para motivar o time, está fechado para nós entrar. Quem tomou essa atitude não condiz de levar o torcedor para o estádio”, criticou.


A atitude foi compartilhada pelo membro da Narraça, Abdon Mussa. “Isso é lamentável até porque existem grupos de torcedores que sempre vieram pra cá, não para fazer arruaça, não pra fazer baderna e sim para ver o treino. Atitude como essa só faz os torcedores se afastarem”, destacou.

Os torcedores afirmaram que nesta quarta-feira mais protestos vão ocorrer. “Amanhã vai ser pior. Vai ter mais gente e vamos pintar mais”, gritou um torcedor.

Torcedoras contra protesto

A torcedora do clube, Fabiana Leandro, acompanhada de uma amiga, foi ao CT Barbosa Filho e desaprovou o protesto feito pelos outros torcedores.

“É injusto. O time foi jogar fora, eles ficaram cansados. Eles passaram 12 horas em voo. Tem que dar mais uma chance pro Lana. Têm coisas que precisam ser ajustadas, mas temos uma boa equipe. Não é justo esse protesto. Temos que dar mais uma oportunidade para o Lana”, contrariou a torcedora.

Lana

Para o técnico Aderbal Lana, a diretoria decidiu fechar os portões para que o clube pudesse treinar tranquilamente até o jogo contra o Remo.

“Foi necessário. O que vem lá de cima... Aqui tem hierarquia e tenho que acreditar naquilo que a diretoria quer. A diretoria não se impõe no meu trabalho, ela acha que o time tem que treinar com portões fechados e temos um jogo que não é fácil... Temos um jogo contra o Remo e a diretoria, em acordo comigo, achou melhor fechar, vamos fechar, e está fechado”, declarou.

Publicidade
Publicidade