Domingo, 19 de Maio de 2019
VAI LOTAR

Torcedores já começam a se mobilizar para as finais do Peladão na Arena da Amazônia

Mobilização das equipes já começou. As estratégias são diversas, desde atrair os familiares, até alugar ônibus para a torcida



zCR0122-01F_C.JPG
Atualmente quatro times já estão garantidos para disputar a final do Peladão no próximo sábado dia 28: Palas 2002 e Guerreirinhos/Feira da Banana, disputam o título no Peladinho e 3B e Nilton Lins decidem o título do Peladão Feminino.
22/01/2017 às 05:00

A contagem regressiva já começou e as arquibancadas da Arena da Amazônia já se preparam para receber milhares de torcedores nas finais do maior torneio de peladas do mundo: o Peladão Brahma 2016. É a primeira vez que o torneio terá sua final no palco da Copa de 2014.

Oito times entram em campo no próximo sábado (28) em busca dos títulos das categorias principal, master, infantil e feminino.  A mobilização dos times já é grande e os mais de 40 mil assentos do estádio prometem ficar pequenas para todas as torcidas.   “O Peladão é reconhecidamente o maior campeonato de futebol amador do mundo e nós sempre tivemos o interesse, a visão de fazer a final do campeonato na Arena da Amazônia  porque é o nosso símbolo esportivo maior, principalmente do futebol”,  explicou a diretora de marketing da  RCC, Paula Vieira.

Como o Peladão Brahma 2016 é um torneio feito pro povo, a festa no estádio não poderia ser diferente, por isso a entrada será gratuita no local. 
“O campeonato é muito grandioso para nosso Estado, envolve muito a comunidade e ter uma arena assim, gratuita, que pra gente tem muita importância, é maravilhoso porque vai dar oportunidade para as pessoas que não tem condições de, de repente,  pagar um ingresso da Copa ou de um jogo com times nacionais, até mesmo do Campeonato Amazonense, de ir gratuitamente conhecer, ter amor e sentir honra de estar dentro da Arena da Amazônia”, finalizou ela.

De fato, a disputa da final no estádio une diversos fatores comuns. O esporte mais popular encontra o torneio mais popular, fazendo com que a expectativa para o grande dia, seja grande. “A expectativa é a melhor possivel. O  maior campeonato de peladas do mundo no estádio mais bonito do mundo”, resumiu o titular da Secretaria de Estado de Juventude Estado e Lazer, Fabrício Lima. 

Mobilização

E tem torcida que não perdeu tempo e já começou a se movimentar para lotar o estádio. Para se ter uma ideia,  já tem time reservando ônibus para dar conta de toda a demanda de público.  Fenômeno da categoria feminina, o time 3B/Iranduba vai usar a torcida para impulsionar o time na busca do título, na primeira participação do time no campeonato.

“Nunca a torcida se envolveu tanto com o 3B, nem no auge do time masculino. A rua Leonardo Malcher foi fundamental nessa trajetória para chegar essa final. Esperamos um envolvimento muito grande com as meninas e a torcida. Temos três ônibus saindo da Leonardo Malcher, um saindo de Município de Autazes”, explicou João Bosco Bindá, treinador da equipe que enfrenta o time da Nilton Lins na disputa do título da modalidade. 

Se a expectativa para jogar no maior estádio do Amazonas é grande para qualquer jogador imagina para quem tem apenas 14 anos. Os dos time dos Peladinho que já garantiram vaga na grande final já começaram a convocação das torcidas, pais e parentes para o grande dia e esperam corresponder dentro de campo.
“Estamos contando com o apoio dos pais, alunos, amigos e torcedores que gostam de um bom futebol, tenho certeza que a Arena estará lotada e faremos uma festa muito bonita. Estádio lotado motiva qualquer atleta a jogar com mais vontade, às vezes atrapalha pelo fator nervosismo, mas depois de 5 minutos vira concentração”, garantiu o coordenador do Guerreirinhos, Jorginho Barreto. Do outro lado, a expectativa não é muito diferente.

“Mobilização sendo feita. Temos categorias de sub-9 a sub-20. Convocando todos, também os pais pois muitos são ausentes, convencendo para que todos estejam presentes para acompanhar seus filhos. A presença da torcida tem dois lados. De ajudar ou atrapalhar. Vai depender do psicológico do time.  Espero que ajude como foi na final do amazonense infantil. A torcida ajudou e fomos campeão na Arena”, explicou Pedro Machado, coordenador do Palas 2002, que compôs o time do Sul-América no torneio infantil.

Definições

Durante a semana, os últimos finalistas serão definidos. As categorias principal e master ainda aguardam os jogos das semifinais para que possam jogar entrar na Arena da Amazônia em busca do tão sonhado título.

Chave de ouro

Em mais um ano de sucesso, a final coroa um ano mais um trabalho irretocável da coordenação. “Certamente é mais um ano fechado com chave de ouro. A condução do Arnaldo Santos e de toda a equipe do Peladão é sempre muito minuncioso, muito dedicado. Então é mais um ano de sucesso do Peladão e a gente realmente fecha com louvor, com muito otimismo para os próximos campeonatos que virão”, analisou Paula Vieira


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.