Domingo, 18 de Agosto de 2019
FIM DA NOVELA

Tribunal espanhol suspende investigação sobre fraude contra Neymar

O tribunal alegou que o jogador brasileiro não cometeu nenhum crime, as acusações eram relacionadas a transferência para o Barcelona, há três anos



20160708093735dchRSWNoXO.jpg Neymar chegou ao Barcelona em junho de 2013 (Foto: Reuters)
08/07/2016 às 11:28

 O Supremo Tribunal da Espanha informou nesta sexta-feira (8) que suspendeu uma investigação sobre fraude e corrupção contra o jogador do Barcelona Neymar, sob alegação de que nenhum crime foi cometido.

Acusações contra seu pai, que também é seu empresário, Neymar da Silva Santos, o ex-presidente do Barcelona Sandro Rossell e o ex-presidente do Santos Odilio Rodrigues também foram derrubadas, de acordo com comunicado.

As acusações eram relacionadas à transferência de Neymar do Santos para o Barcelona, há três anos.

O caso

O Barcelona anunciou a contração do atleta junto ao Santos em maio de 2013, no valor de  € 57 milhões (cerca de R$ 182 milhões). Deste valor, o clube pagou € 17,5 milhões ao Santos e € 40 milhões a 'uma sociedade', supostamente de propriedade do pai do jogador. Como o valor foi considerado baixo, chamou a atenção da imprensa esportiva, pois na mesma época, o Real Madrid tentava comprar o jogar por € 150 milhões, o que começou a chamar a atenção. No contrato, descobriu-se que o atacante foi contratado pelo valor de € 95 milhões.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.