Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019
PELADÃO

Tricampeão do Peladinho, Darlan Borges busca título inédito no Peladão

No comando do Unidos do Alvorada, atual campeão do Peladão, Darlan já é tricampeão do Peladinho. Porém, na categoria Principal, será a primeira participação e ele busca o seu primeiro troféu



darlan_borges_8CCB6C70-E012-40A8-AF65-B1CDFE619A05.JPG Foto: Denir Simplício
30/08/2019 às 09:33

Mais competitivo a cada edição, o Peladão tem sido sonho de consumo para muitas equipes peladeiras do Estado do Amazonas. E visando fortalecer cada vez mais elenco e comissão técnica, as diretorias dos times costumam trazer peças diretamente do futebol profissional mesmo. É o caso de Darlan Borges, técnico ligado ao Fast Clube - onde conquistou a Copa Amazonas em 2015 - e multicampeão nas categorias de base do futebol amazonense.

Com histórico vencedor no Peladinho, onde já conquistou três campeonatos - dois pelo 3B, em 2001 e 2004, e um pelo Recanto, em 2008 -, Darlan volta na edição de 2019 na categoria Principal. E a missão não vai ser fácil: no comando do tradicional Unidos do Alvorada, o treinador vai ter que defender o desejado título do Peladão. Na última edição, na Arena da Amazônia, a equipe do bairro da Zona Centro-Oeste de Manaus conquistou o título ao vencer o Amigos da Betânia nas cobranças de pênaltis.



Título em baixo do braço

Logo na primeira participação no Peladão, Darlan Borges já vai ter que defender o título com o Unidos do Alvorada. Para o comandante, a missão é diferente das demais. “A responsabilidade é muito grande. O time tem uma estrutura muito boa, que chega a ser até melhor do que a estrutura de alguns times profissionais do futebol amazonense. Estaremos defendendo o título”, afirmou o treinador.

Mirando a conquista do bicampeonato, o Unidos do Alvorada mesclou a experiência de ex-profissionais com a juventude de revelações do futebol baré. Por todos os títulos adquiridos nas categorias de base - e conhecimento dos jogadores -, Darlan fez parte do processo de montagem do elenco. Entre as ‘bases’ do grupo de jogadores, atletas que se destacaram pelo Fast na Copa do Brasil Sub-20. Na ocasião, ele era o treinador do Tricolor de Aço.   

“Trouxemos a base do time do Fast que disputou a Copa do Brasil Sub-20, ganhou do Bahia e fez uma boa campanha. São cerca de oito jogadores de lá. Ainda trouxemos outros garotos de destaque de outras equipes daqui, como Judá e Guilherme, do Princesa. São bons jogadores que, juntos com ex-atletas profissionais, têm tudo para fazer uma grande campanha”, comentou o treinador do Unidos do Alvorada, atual campeão do Peladão.

Desmanche do campeão

A missão de Darlan será ainda mais difícil se analisarmos as mudanças que aconteceram no time campeão da última edição. Do time titular que disputou a final, três destaques ‘pularam o muro’ e partiram para, o até então, rival. Os laterais Dóda e Ulisses, o meia Everton e o trio de ataque CBC - formado por Charlinho, Birica e Come-Lixo - neste ano vão defender o Amigos da Betânia, atual vice-campeão.

News ac1 c11005fb a54c 4884 8608 3c793bab9e30
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.