Publicidade
Esportes
Craque

Tufão de descaso: lesionado, atleta do São Raimundo teve de ser levado por torcida ao hospital

O atacante Ramon sofreu pancada no pé e deixou o campo com suspeita de fratura. Como diretoria do clube não se movimentou para atender o jogador, os próprios torcedores carregaram o camisa 9 até um pronto-socorro  21/05/2015 às 13:15
Show 1
Ramon teve de ser carregado por torcedores do São Raimundo até um pronto-socorro para fazer exame de raio-X.
Denir Simplício Manaus (AM)

O time do São Raimundo é mesmo um “Tufão de Heróis”. Mais um exemplo de descaso da diretoria do clube com seus atletas foi visto na noite desta quarta-feira (20), no estádio a Colina. Não bastasse o empate com o Iranduba, em 2 a 2, que eliminou o time do campeonato, o atacante Ramon ainda sofreu uma lesão e teve ser, literalmente, carregado pela torcida até um hospital para fazer exame de raio-x, após suspeita de fratura no pé.

“Torcedores que me lavaram (para hospital). Tô aqui até agora, não consegui dormir direito.  Meu pé ta inchado... não tem remédio, não tem gelo e ninguém veio aqui saber como estou”, comentou Ramon, confirmando que foi levado por torcedores do clube para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do bairro São Raimundo, na Zona Oeste de Manaus, e que nenhum diretor do Tufão foi verificar seu estado de saúde.

Ramon se machucou ainda no primeiro tempo de jogo e deixou a partida com fortes dores. No intervalo do jogo o atleta ficou no banco de reservas até o goleiro Julião pedir ajuda para torcedores na arquibancada o levarem para o hospital, pois o jogador estava chorando por conta da pancada. Foi quando integrantes de uma torcida o carregaram até um veículo particular e o levaram para o pronto-socorro.


“Tivemos de carregar ele até o carro. Depois o levamos para o SPA do São Raimundo. Lá ele fez um raio-x e depois foi liberado. Ele recebeu uma receita médica e tinha de tomar remédios. Perguntamos se ele tinha como comprar e nos oferecemos para parar numa drogaria e comprar, mas ele disse que dava um jeito”, explicou Carol Santos, torcedora do Tufão que ajudou no atendimento a Ramon.

“Não tinha ninguém da diretoria lá pra ajudar ele. Fizemos isso porque gostamos do Ramon, mas o que eles (diretoria) estão fazendo com os jogadores do clube é horrível. No alojamento só servem pão para os atletas”, comentou a fã do Tufão.

Resposta da diretoria

O diretor do São Raimundo conhecido como Sassá alegou que estava no vestiário junto ao elenco do Tufão no momento que os torcedores levaram Ramon para o hospital. E afirmou que não se negou a levar o jogador para fazer exames, só não foi avisado a tempo. “Eu não me neguei a levar o Ramon para ver o problema dele. Estava com o grupo no vestiário e quando voltei pro gramado eles já tinham levado ele”, explicou o diretor.

Sassá confirmou que o clube atravessa uma situação difícil e que conta com a colaboração de amigos e da torcida para ajudar nos custos com o elenco. “Hoje o São Raimundo está com pouca estrutura mesmo. Não vou negar isso. Mas isso não é apenas culpa nossa, isso vem da gestão passada. Estamos correndo atrás de ajuda com os amigos e até com a torcida pra sanar esses problemas”, comentou o dirigente.


De acordo com o cartola, ele e dirigentes de outros clubes do Estado vão se reunir ainda essa semana para protestar contra o governo pela não liberação da verba destinada aos clubes. “Vamos protestar contra o governo. Vamos reunir o pessoal do Operário, do Rio Negro e outros times que estão na mesma situação do São Raimundo para cobrar do governo o repasse que não saiu”, disse Sassá.

Sassá 2016?

Ainda segundo o dirigente, com o anúncio da saída do diretor de futebol Josildo de Oliveira ao final do campeonato, ele deve assumir o comando do clube em 2016. “Eu vou sentar com os jogadores, já que o Josildo está saindo, e vamos resolver isso com calma. Nem que tenhamos de vender alguma coisa (bens) para pagar o pessoal. Ano que vem eu devo assumir o clube. Mas pra isso eu vou ter de ter o apoio da torcida, se não fica difícil”, confessou.     

Eliminado após o empate contra o Iranduba na 17ª rodada do Campeonato Amazonense, o Tufão apenas cumprirá tabela diante do Manaus FC no próximo sábado, às 13h, na Colina.



Publicidade
Publicidade