Domingo, 17 de Novembro de 2019
Craque

UFC Rio 3, pensamento do campeão: Seguir na mesma ‘teia’

No sábado os portões serão abertos às 17h (Manaus), e a primeira luta do card preliminar está prevista para 18h45 (Manaus). O início do card principal será às 22h (Manaus)



1.jpg Anderson Silva durante coletiva de imprensa com o Presidente do UFC, Dana White, no Windsor Barra Hotel – RJ (24/04/12)
12/10/2012 às 09:28

No UFC Rio 3, que acontece no amanhã, na Arena HSBC, Anderson Silva não vai lutar na categoria dos médios (até 84kg), onde detém o cinturão.

Para ‘salvar’ o evento carioca (programado para ter como principal atração o amazonense José Aldo, que cancelou sua participação após um acidente de moto), o lutador aceitou subir de peso e enfrentar o meio-médio (até 93kg) Stephan Bonnar na principal luta da noite.



No entanto, na tarde de ontem, em entrevista coletiva que antecede o evento, em um hotel na Barra da Tijuca, o “Spider” voltou a admitir que pode fazer uma outra luta fora do seu peso, desta vez contra George St. Pierre, campeão dos meio-médios (até 77kg).

Segundo o brasileiro, é possível negociar com o canadense uma combinação de peso para que a luta aconteça em um futuro próximo. No entanto, quando questionado se o mesmo poderia acontecer para que ele enfrentasse Jon Jones, Anderson Silva foi curto e grosso na resposta.

“Lutar com o Jon Jones está fora de cogitação. Meu peso normal é 100kg, mas eu me sinto melhor lutando até 84kg, que é minha atual categoria. Aceitei essa luta, mas não pretendo mudar. Na minha equipe tem o Minotouro, o Maldonado e o Feijão que lutam por essa categoria”, disse.

No sábado os portões serão abertos às 17h (Manaus), e a primeira luta do card preliminar está prevista para 18h45 (Manaus). O início do card principal será às 22h (Manaus).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.