Terça-feira, 25 de Junho de 2019
SÉRIE D

Único representante do AM, Manaus FC mira duelos contra Real Ariquemes-RO

Gavião do Norte vai contar com a volta do meia Rossini que há duas semanas havia pedido a liberação do clube por questões salariais e familiares



manaus_DF707283-46D4-4434-A00E-347379A14F7B.jpg Foto: Arquivo/AC
11/06/2019 às 07:02

Principal plano de voo do Gavião do Norte na fase inicial do Brasileirão Série D, a liderança do Grupo A2 - conquistada com a vitória sobre o Santos-AP, no último domingo - deu ao Manaus FC a vantagem de decidir a vaga no mata-mata diante do Real Ariquemes dentro de seus domínios.

Com 77% de aproveitamento na fase de grupos, o time comandado pelo técnico Welington Fajardo alcançou a nona colocação na classificação geral da competição. No entanto, a partir de agora,  os números pouco importam, a fase é de mata-mata  e qualquer vacilo pode colocar fim a toda temporada. 

“Temos que analisar por dois aspectos, primeiro é porque são equipes que já se conhecem, tanto nós da comissão técnica, quanto os próprios jogadores. E outro aspecto que não é mais um campeonato como foi da primeira fase. E agora são confrontos diretos, são 180 minutos. A gente tem que estar muito focado e não permitir erros. Então espero que a gente mantenha o bom futebol”, ressaltou. 

O técnico do Gavião relatou também que a campanha feita na fase de grupos do campeonato foi a primeira meta alcançada, mas ainda tem a missão de levar o time amazonense à Série C de 2020.

“Quando começou o campeonato eu deixei bem claro que nossa prioridade no momento seria a primeira colocação. Então foi todo um planejamento, porque entendíamos que isso nos dava uma classificação a próxima fase de forma indiscutível. E com nosso objetivo traçado e cumprido, vamos agora batalhar nessa próxima fase em busca do acesso”, disse Fajardo. 

Caso passe pelo Ariquemes, o adversário do representante amazonense nas oitavas de final sairá do duelo entre São Raimundo-PA e São Raimundo-RR. 

Caso Rossini

Duas semanas após anunciar sua saída do Manaus por atraso de salário e problemas familiares, o meia Rossini decidiu retornar ao Gavião. O jogador esteve presente na arquibancada do estádio da Colina e assistiu a vitória do time esmeraldino por 2 a 0 pela última rodada do grupo A2 na Série D.

O presidente do clube, Giovanni Silva, explicou o processo da volta de Rossini, que teve propostas de equipes da Série C, ao Manaus.

“O Rossini, em uma das ligações falando conosco, questionou a possibilidade de retornar ao clube, uma vez que ele teve algumas propostas, mas que não o interessaram. Numa conversa nossa com o treinador, entramos na sintonia que poderia se fazer necessária para a volta do Rossini. Uma vez que foi passada a situação financeira do clube para ele. Ele entende e sabe que o clube está em situação financeira difícil. O Rossini acredita do projeto do Manaus  e dessa maneira ele foi reintegrado ao elenco”, comentou o mandatário do Gavião no Norte.

Receba Novidades

* campo obrigatório
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.