Publicidade
Esportes
Craque

Vascão no ‘globo da morte’: torcedores vascaínos e corintianos prospectam a partida da rodada

Os gêmeos Rodrigo e Luiz Felipe Liz, que ao lado do amigo Eric Bastos verão o jogo em São Januário, não só acreditam como dizem as razões de porque o Vasco deve sair com a vitória 19/11/2015 às 10:11
Show 1
Embalado, Corinthians vai colocar Vasco num 'globo da morte' em São Januário
Felipe de Paula Manaus (AM)

À beira do sexto título brasileiro e voando baixo no campeonato, o Corinthians vai a São Januário nesta quinta-feira para tentar sair de lá campeão. Do outro lado, porém, encontrará a garra de um time que, após sofrer durante toda a competição, vê esperanças de escapar do “globo da morte” do rebaixamento na reta final, como bem ilustra a foto que abre esta reportagem, em cena produzida pela equipe do CRAQUE em  aparelho do Circo Moscow (na avenida André Araújo.

Embalado na competição, o Corinthians chega à 35ª rodada do campeonato como grande favorito na partida e deve deixar o torcedor vascaíno se sentindo dentro de um “globo do morte”, onde qualquer deslize pode ser fatal. Neste cenário em que a esperança fala a mesma língua que o desespero, os amantes da Cruz de Malta já tentam encontram argumentos para justificar uma improvável, mas não impossível, vitória sobre o líder do campeonato.

Para os irmãos gêmeos Rodrigo e Luiz Felipe Liz, que junto ao amigo Eric Lincoln Bastos, viajaram nesta semana para o Rio de Janeiro para acompanhar a partida, o fato de a Seleção Brasileira ter jogada com três jogadores titulares do Timão (Renato Augusto, Elias e Gil) nesta semana, e do Corinthians ter atuado mal na última rodada e até de uma possível intenção dos jogadores corintianos  serem campeões em casa deve ajudar os planos do Vasco.

“O Vasco vem jogando bem, e se o Corinthians jogar como no último jogo, contra o Coritiba, vai ser fácil”, diz o esperançoso Eric, ajudado pelos amigos. “Tem jogador falando que querem ser campeões em cima do São Paulo”, adiciona Rodrigo, que já tem até fórmula e palpite para a partida. “Eu acho que vai ser 2 a 0, com o Vasco dando a vida e o Corinthians errando tudo”, diz ele, que vai assistir pela primeira vez a um jogo do time do coração em São Januário, assim como seu irmão.

Luiz Felipe, aliás, que já vislumbra até a possibilidade de uma comemoração conjunta com a torcida do Corinthians. “Se o Corinthians perder e o Atlético não ganhar (neste caso, o Corinthians é campeão), está tudo em casa, todo mundo comemora junto”, diz ele, para quem, se o Vasco ganhar, deve com certeza se livrar do rebaixamento. “Não tem arrancada melhor do que ganhar do líder, ainda mais do Corinthians, que está sendo avassalador“, justifica Eric.

Calma e desespero

Para o corintiano Bruno Strahm, contudo, a vida do Vasco nesta quinta-feira não deve ser assim tão perfeita. Às vésperas do título, ele se diz tranquilo para a partida e diz que assim também deve estar o Timão dentro de campo. “A equipe do Corinthians é muito fria, traiçoeira, cria armadilhas no campo. O Vasco é muito emocional e vai vir pro tudo ou nada, ao contrário do Corinthians. Acho que o time todo do Corinthians vai ter muita calma e esperar a hora de ir pra cima e acabar com a partida”, diz ele.

Entre serenos e aflitos, torcedores de ambas as equipes estarão de olho na partida, sem ignorar que na vida, existe o improvável, o impossível, e o futebol! Que vença o melhor! Ou o que tiver mais sorte! Mas, sobretudo, que seja um grande jogo!

Publicidade
Publicidade